Araripina: Prefeitura cobra do Governo de PE explicações sobre falta de soro antiofídico após morte de paciente picada por cobra

0
Foto: reprodução

Em Araripina (PE), Sertão do Araripe, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Vigilância Epidemiológica, está cobrando explicações do Governo de Pernambuco o porquê de não ter repassado ao Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri (PE), na mesma região, as doses de soro antiofídico sob sua responsabilidade. No último dia 3 de julho uma mulher morreu após ser picada por cobra e ficar sem o soro, que é usado contra o veneno de cobras peçonhentas.

 A nota da SMS é a seguinte:

A Secretaria Municipal de Saúde de Araripina/PE, por meio da Vigilância Epidemiológica, vem a público esclarecer o lamentável episódio da paciente que morreu vítima de uma picada de cobra no último dia 3 de julho. A vítima deu entrada no Hospital e Maternidade Santa Maria (HMSM), sendo conduzida logo em seguida para a referência regional, o Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri/PE, que recebe do Governo do Estado o soro antiofídico – usado para tratar picadas de cobras venenosas.

Infelizmente, o Hospital Regional de Ouricuri estava com o estoque desse soro zerado e, até o momento, o responsável pela distribuição desse medicamento, o Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria Estadual de Saúde, não se manifestou em relação à interrupção e a falta desse medicamento, especificamente na semana do ocorrido.

A Secretaria Municipal de Saúde lamenta a morte da paciente e se solidariza com a família, ao tempo em que se coloca à disposição de todos os familiares para quaisquer assistência e esclarecimentos necessários.

Secretaria de Saúde de Araripina

Sobre o assunto, o Blog vai buscar um esclarecimento do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome