Após ameaçar irmão de morte, ex-presidiário atira contra policial e leva a pior em Juazeiro

8
Arma apreendida com suspeito morto. (Foto: Divulgação)

Um ex-presidiário identificado como Cleber Melo Araújo levou a pior ao efetuar um disparo de arma de fogo contra um policial  integrante da Rondesp Norte (Companhia da PM), no Salitre, zona rural de Juazeiro (BA), ontem (13). A informação só foi divulgada na tarde de hoje (14).

De acordo com a Rondesp Norte, a polícia foi acionada ao Assentamento Abril Vermelho para averiguar uma situação de ameaça. Chegando à comunidade, os PMs mantiveram contato com o irmão do suspeito, o qual contou que Cleber o ameaçava de morte. Os PMs foram até o local onde ele estava, junto com seu irmão, a fim de constatar a veracidade da informação e apreender a arma.

Ao chegar à residência do suspeito, os policiais foram procurar a arma enquanto um dos PMs custodiava Cleber, que estava deitado em uma rede simulando estar dormindo. Conforme a Rondesp Norte, em uma ação rápida Cleber sacou um revólver debaixo da perna e o apontou em direção ao policial, que conseguiu segurar a mão do agressor.

Nesse momento, conforme a Rondesp Norte, Cleber efetuou um disparo no intuito de atingir o policial, que revidou e o baleou. Os PMs conduziram o homem para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas ele já chegou morto. Foi relatado pelo irmão de Cleber que o mesmo já teria cumprido prisão por dois homicídios na cidade de Petrolina. O revólver apreendido, junto com quatro munições intactas e uma deflagrada, que estava de posse de Cleber, foi encaminhado à delegacia.

8 COMENTÁRIOS

  1. Isso chama inversão dos fatos. Ao contrário do Anônimo falar por que o meliante tinha uma arma, ele prefere colocar luz sobre a polícia.
    Por essa e outras que o Ceará chegou onde está.

  2. Mas ele simulava que estava dormindo, no momento que o policial foi revista-lo, ele sacou da arma, é o mais certo. O policial da Rondesp, bom que fique claro, uma das melhores guarnições do país, cujos policiais de outros estados vem tomar cursos na Bahia, agiu corretamente, o policial poderia ter morrido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome