Amargosa: Prefeitura decreta emergência na saúde por falta de médicos

por Carlos Britto // 20 de janeiro de 2009 às 20:00

A Prefeitura de Amargosa decretou situação de emergência no Hospital municipal por falta de médicos. A prefeitura dobrou o valor de remuneração de médicos e aumentou em 55% o salário para médicos do Programa Saúde da Família (PSF). Mesmo assim, os profissionais não se interessam em trabalhar na cidade. O prefeito Valmir Sampaio (PT) achou que a melhor solução seria baixar um decreto de emergência para alertar a população de que é necessário formar mais médicos. “Acredito que a única solução para revertemos esse quadro é a criação de novos cursos de medicina nas universidades de todo o país. Por isso, estamos em defesa da criação do curso de medicina, no Campus da Universidade Federal do Recôncavo, na cidade de Santo Antônio de Jesus,” afirma Valmir.

Fonte: jornal Feira Hoje.

Amargosa: Prefeitura decreta emergência na saúde por falta de médicos

  1. Fazendo concurso público para que o médico torne-se efetivo (estatutário, não CLT) e com um salário adequado, tendo férias e décimo terceiro tenho certeza que o prefeito vai ter tantos médicos quantos desejar.
    Dependendo do edital eu mesmo vou tentar uma vaga!!!
    Mas lembre-se: Salário em dia!!!
    Médico é o melhor cabo eleitoral que um prefeito pode ter… mas só e somente só se receber em dia!!!
    aluilce@terra.com.br

  2. ALYSSON CAVALCANTI disse:

    NÃO ACHO QUE A CRIAÇÃO DE NOVOS CURSOS DE MEDICINA VÁ SOLUCIONAR O PROBLEMA. O BRASIL É O SEGUNDO PAÍS EM QUANTIDADE DE CURSOS DE MEDICINA, PERDENDO SOMENTE PARA A ÍNDIA, MUITOS DESSES CURSOS SEM QUALIDADE ALGUMA, FORMANDO PÉSSIMOS PROFISSIONAIS. ESTAMOS PRECISANDO MESMO É DE UM PROGRAMA DE INTERIORIZAÇÃO DO MÉDICO, COM PLANO DE CARGOS E CARREIRA, VALORIZANDO O PROFISSIONAL, NÃO SÓ COM BONS SALÁRIOS , MAS COM BOAS CONDIÇÕES DE TRABALHO. HÁ TAMBÉM A CARÊNCIA DE CONCURSOS PÚBLICOS E A INFLUÊNCIA POLÍTICA QUE ACABAM DESESTIMULANDO A IDA DE MÉDICOS PARA O INTERIOR. SOU CONTRA A ABERTURA DE NOVOS CURSOS DE MEDICINA, MUITOS DELES NÃO SE PREOCUPAM EM FORMAR O PROFISSIONAL MÉDICO, SÓ INTERESSE MERCANTILISTA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *