Alvorlande Cruz evita polêmica sobre liminar que garantiu retorno de Domingos de Cristália e se explica sobre “até breve”

2
Foto: Blog do Carlos Britto

O discurso esperado de Alvorlande Cruz (PSL), para quem foi à primeira sessão plenária do semestre, na manhã de ontem (6) na Casa Plínio Amorim, era o de retorno ao Legislativo de Petrolina. No entanto, uma liminar favorável ao vereador cassado Domingos de Cristália (PSL) mudou os planos do ‘engenheiro’, que deu um tom de despedida – em vez de chegada – nas rápidas palavras que proferiu da tribuna.

Decisão judicial não se discute, se cumpre”, afirmou Alvorlande, referindo-se ao mandado de segurança impetrado pela assessoria de Domingos no Tribunal Superior Eleitoral (TSL), que garantiu a liminar para que o vereador retomasse o mandato.

Numa entrevista à imprensa, após discursar, Alvorlande disse ter recebido sem surpresas a liminar, até porque faltam ainda ser analisados os embargos no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), onde  Domingos foi cassado por unanimidade. “Eu estudo o direito, mas não quer dizer que o pouco que conheço seja a verdade dos fatos. Mas a liminar foi dada sem  conteúdo do processo”, salientou.

Alvorlande também explicou sobre o “até breve” que deixou em seu discurso de despedida, assegurando que a expressão não tem nada a ver com um possível retorno ainda nesta legislatura. “Eu quis dizer ‘até breve’ porque as eleições se avizinham e eu vou ser novamente candidato”, concluiu.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome