Alunos reclamam da falta de professor de Português e relatam outros problemas em escola estadual em Orocó

por Carlos Britto // 18 de março de 2019 às 10:30

Escola Jacob Antônio de Oliveira, em Orocó. (Foto: Reprodução/Google Street View)

Estudantes do 1º ano da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Jacob Antônio de Oliveira, localizada na cidade de Orocó (PE), no Sertão do São Francisco, afirmam que estão ficando sem aula por falta de professor de Português. O problema, segundo eles, ocorre desde o início do ano letivo.

Mas esse não é o único problema enfrentado pelos alunos dessa escola. Eles reclamam, ainda, de falta de estrutura e afirmam que as salas estão superlotadas, sem falar que também estariam faltando materiais de higiene e a escola estaria sem zeladores. O Blog aguarda um posicionamento da Secretaria Estadual de Educação.

Alunos reclamam da falta de professor de Português e relatam outros problemas em escola estadual em Orocó

  1. Lucimar Vasconcelos disse:

    Realmente, esse não está sendo um problema somente do 1º ano. Minha filha estuda o 2º ano e também está passando por esse déficit em relação a falta do professor de Português, e sabemos que é uma disciplina de peso, sendo a maior responsável pelas aprovações em vestibulares e concursos. Já se foram, praticamente, dois meses com esse problema e o Governo do Estado ainda não fez nada para solucioná-lo. Com tudo isso, fica aqui minha indagação: será que o “Estado” está mesmo preocupado com o resultado, em sua forma efetiva, das avaliações externas e consequentemente com o futuro desses estudantes?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *