Alunos de escola de referência em Santa Maria da Boa Vista reclamam de transporte parado por falta de pagamento; prefeitura esclarece

0
Santa Maria da Boa Vista-PE. (Foto: Divulgação)

Em Santa Maria da Boa Vista (PE), Sertão do São Francisco, os estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Pau Brasil, no Projeto Fulgêncio, estão inconformados com um problema recorrente na comunidade. A paralisação do transporte escolar, devido ao atraso no pagamento, virou uma rotina há cerca de três meses.

“Estamos no prejuízo”, disse ao Blog um dos alunos. Ele conta que toda a comunidade estudantil do Fulgêncio depende do transporte contratado pela prefeitura. “A gente manda mensagens pelas redes sociais para saber o que está acontecendo, mas não obtemos respostas”, lamenta.

De acordo com a assessoria da prefeitura, havia de fato um atraso de dois meses junto à empresa que presta o serviço e alguns motoristas pararam alegando que não tinham mais como abastecer os seus carros. “Diante disso, tivemos alguns localidades prejudicadas no transporte de estudantes. Mas desde a semana passada a prefeitura vem pagando um mês dos dois em atraso. Hoje (ontem, 20) foi concluído o pagamento”, destacou, por meio de nota. “O município investe em torno de R$ 600 mil com o transporte de estudantes, sendo R$ 200 mil do Estado, e estes R$ 200 mil sempre atrasa o repasse, chegando a atrasar três, quatro meses, o que dificulta muito para a prefeitura”, reforça a nota de esclarecimento.

Reunião

Há 15 dias, ainda conforme a assessoria, o prefeito Humberto  Mendes se reuniu com motoristas, empresa e Secretaria de Educação para falar da dificuldade pela qual vem passando a Prefeitura de Santa Maria por conta da queda no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) desde junho, chegando 20% a menos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome