Aguardando desfecho de imbróglio no MDB de Pernambuco, Fernando Filho pode ir parar no DEM

3

Ainda sem partido, o ministro Fernando Filho (Minas e Energia) já confirmou que deixará o Governo Temer no próximo dia 6 de abril. Esse será quase o limite para os políticos que desejam se candidatar nas eleições deste ano se filiem a alguma legenda. O prazo final para filiações partidárias é 7 de abril. Fernando Filho vai tentar seu quarto mandato por Petrolina e Sertão pernambucano.

A ideia do ministro é esperar até os ’45 do segundo tempo’ para ver se, até lá, o imbróglio envolvendo o MDB de Pernambuco tenha um desfecho. Se o partido ficar com seu pai, o senador Fernando Bezerra Coelho, é evidente que o novo endereço de Fernando Filho não será outro.

Caso contrário, pela amizade que mantém com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o DEM pode ser o caminho mais provável de Fernando Filho.

3 COMENTÁRIOS

  1. Quem diria, Pernambuco cheio de gente apoiando o governo mais impopular da história do país, um governo que simplesmente a população não confia, e não é a toa, afinal desde o vampirão, ministros, assessores e toda sua base envolvida em atos de corrupção. Presta atenção Petrolina, ou a gente vota com responsabilidade ou esse ciclo de disvirtuoso não acaba é nunca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

10 + nove =