Agricultores de Juazeiro passam por formação em manejo de aves para impulsionar venda de ovos

0

formação IRPAA manejo de avesCriadores galinha das comunidades de Canoa, Oliveira e Saquinho, no distrito de Massaroca, zona rural de Juazeiro (BA), se reuniram com colaboradores do Instituto regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA) para discutir o manejo de aves, principalmente a prevenção de doenças e verminoses que podem atingir a criação e a inclusão de alimentos alternativos – como plantas da caatinga, que possuem um menor custo.

Segundo o colaborador Clérison Belém, essas formações são importantes para as comunidades, devido à produção significativa com ovos de galinha, que chega a uma produção de mil ovos/dia. “São informações necessárias sobre alternativas no manejo sanitário e alimentar das aves, visando à comercialização de um bom produto, com ovos de qualidade e uma galinha caipira saudável, para que o consumidor fique satisfeito”, ressalta.

A partir de projetos dos governos federal e estadual executados pelo IRPAA nessas comunidades, os quais previam a construção de galinheiros, a produção de ovos foi impulsionada. Com o aumento da demanda, foi construído um entreposto de ovo de galinha para receber a produção, realizar o processo de seleção, a ovoscopia, embalagem e comercialização do produto. “O IRPAA busca legalizar a produção, com produtos circulando no mercado sem problemas de fiscalização, para que esses grupos acessem mercados para terem lucros e qualidade de vida ao povo do campo”, concluiu Clérison.

A criação de galinha-capoeira é uma prática antiga na vida dos agricultores dessas comunidades, que vinha se perdendo devido à introdução das galinhas de granja. Mas, de acordo com o IRPAA, a partir desses projetos as atividades estão sendo retomadas. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome