Aero cutuca Julinho: “Único trabalho desse rapaz é dizer que é filho de ex-prefeito”

por Antonio Carlos Miranda // 09 de novembro de 2021 às 18:33

Foto: Ascom CMP/divulgação

Se o presidente da Câmara Municipal de Petrolina, vereador Aero Cruz (MDB), ainda não tinha se manifestado publicamente sobre a polêmica envolvendo o advogado e ex-candidato a prefeito, Julio Lossio Filho, ele aproveitou a sessão plenária desta terça-feira (9) para fazer isso. Num discurso duro, Aero afirmou que Julinho quer “fazer política e se aparecer” em cima de um projeto do Poder Legislativo.

Aero havia combinado com os demais pares da Casa Plínio Amorim para não dar margem a esse assunto, que ainda está sob análise da justiça. No entanto, após uma entrevista do líder governista Ronaldo Silva (DEM) ao programa Nossa Voz, da Grande Rio FM, ontem (8), na qual saiu em defesa dos colegas e do prefeito Miguel Coelho, Aero decidiu também comprar essa briga.

O filho do ex-prefeito Julio Lossio denunciou a atual gestão de ter mandado apagar a placa publicitária que havia mandado confeccionar para divulgar a ação popular, de sua autoria, que barrou o reajuste na cota de combustíveis dos atuais legisladores. A proposta é de autoria de Aero.

Aero voltou a reforçar que seu projeto teve o único intuito de regulamentar não apenas os veículos e o uso dos combustíveis por parte dos vereadores, mas o funcionamento de toda a Casa. O presidente lembrou que poderia ter tomado essa decisão por meio de uma Portaria, mas preferiu apresentar o projeto, que revogava uma lei municipal de 2012 que garantia dois veículos e até 700 litros por gabinete. Tudo para que os demais colegas tivessem a oportunidade de participar do debate e votar como desejassem. “Esse projeto não teve nenhum voto contra, apenas uma abstenção”, lembrou.

Críticas

O presidente frisou também que, por estar vivendo uma pandemia, o Judiciário acatou a ação de Julinho e determinou que a Casa deveria evitar o reajuste, mas poderia manter a cota atual de até R$ 2 mil para cada vereador (ao invés de R$ 3 mil). Apesar disso, como representante maior da Casa, ele teve o direito de recorrer da decisão, que aguarda o prazo de recursos, e irá se pronunciar quando sair a decisão final. A irritação de Aero foi o fato de Julinho querer tirar proveito da Câmara de Vereadores com o polêmico outdoor. “Isso nós não vamos aceitar”, desabafou.

Numa das críticas mais contundentes, Aero disse que todos os atuais vereadores chegaram ao Legislativo porque trabalharam muito, e não ficaram usando as redes sociais para propagar mentiras. E foi mais além: afirmou que o grupo de Lossio passou oito anos na prefeitura “e nada fez” pelo município. Agora quer agredir os vereadores ao afirmar que estes usam a cota de combustíveis “para passear”. “Respeitem os seis mandados da vereadora Maria Elena. Respeitem o trabalho de Zenildo Nunes, de Ruy Wanderley e Ronaldo Silva, porque se eles estão sendo reconduzidos à Câmara, é porque trabalham e o povo reconheceu”, pontuou.

Aero afirmou ainda que, ao contrário dos seus colegas, o único trabalho de Julinho é andar por Petrolina dizendo “eu sou filho do ex-prefeito”. “Não quero nenhum filho meu chegando aos quatro cantos de Petrolina e dizendo ‘eu sou filho de Aero. Ele tem personalidade para isso”, alfinetou. “Vá trabalhar, rapaz. Vá mostrar serviço. Se candidate a vereador e venha disputar com a gente, para o povo julgar, para dizer se você tem serviço prestado ou não. Só conhecemos esse rapaz pelas redes sociais, denegrindo a imagem de quem mais faz por Petrolina”, disparou o presidente. Aero disse não ver sentido nenhum a acusação de Julinho contra a gestão. “Por que um prefeito com 90% de aprovação iria mandar tirar um outdoor? Qual o vereador que iria mandar tirar um outdoor?”, completou.

O discurso do presidente ganhou elogios de alguns colegas governistas, a exemplo de Zenildo do Alto do Cocar (DEM) e do líder da bancada, Ronaldo Silva (DEM). Por sua vez o filho de Lossio, o qual disse a este Blog que não iria deixar se intimidar pelo grupo de Miguel, cumpriu a promessa. Ele mandou fazer em Juazeiro (BA) a mesma placa publicitária que não conseguiu colocar em Petrolina.

Aero cutuca Julinho: “Único trabalho desse rapaz é dizer que é filho de ex-prefeito”

  1. Célia disse:

    Estamos no Mês da Consciência Negra, e ainda que não tivéssemos, seria sensato revisar o texto e o vocabulário para evitar termos racistas como “denegrindo”.

  2. Júlio Lima disse:

    Kkkk ! Nos mostra somente um trabalho seu sr.vereador ; tanto o senhor como ele não tem um trabalho se quer pra mostra a população a não ser puxar saco do prefeito ou criar projetos para benefício próprio , um sujo falando do mau lavado

  3. Aero é aquele que voa? disse:

    Esse coitado nem falar direito sabe… fraquinho fraquinho… mas é o nível da maioria dos vereadores da cidade. Uma lastima. Não fazem nada que presta.

  4. Marcos Macedo disse:

    Vixxx

  5. Pé no Saco disse:

    Pelo menos ele não espalha pelos quatros cantos da cidade que fez parte de uma tal de galera do mau, como se alguém tivesse medo

  6. Thiaro disse:

    O certo é mandato( cargo eletivo) e não mandado !!! Quando citam Maria Elena

  7. critico disse:

    Tou aqui analisando quem é pior, mas tá difícil de chegar a uma conclusão.

  8. ANDREI disse:

    KK ESSA FOI BOA

  9. Josefa Maria disse:

    Procurando trabalho desse nobre vereador também. Achei não. Só puxando saco mesmo.

  10. Carlos Santos disse:

    E qual o trabalho como politico?

  11. maria disse:

    Interessante é que até um dia desses essa turma era tudo “amigo de fé, irmão, camarada”.
    E o povo de idiota toma partido desse povinho que se denomina políticos, mas só querem benefícios para si. Trabalhar para quem realmente paga seus salários, nada!
    Deixe de ser idiota, povo! Passem a exigir trabalho desse pessoal, se não trabalham, ponham na rua, nada de ficar bajulando nem vereador, nem deputado, nem senador, nem prefeito, nem governador e muito menos presidente. São todos funcionários público eletivos. Com mandato temporário, para quê ficar bajulando essa turma?

  12. Julinho filho de papai disse:

    Esse comentário tosco é sério ou tirada de onda? Eu não acredito que alguém ache rascismo em uma palavra dessas. Bem que falam que esquerdismo é doença.

  13. Altemar Nascimento disse:

    Outra coisa boa que o “filho do ex-prefeito” fez foi tirar a regalia dos vereadores de, aumentar o valor da cota do combustível

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *