Adalberto manda retirar móveis e objetos da Casa de Apoio de Afrânio em Petrolina

26

casa-de-apoio-afranio-em-petrolina

Causou estarrecimento, na manhã de hoje (6), a decisão do deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB) em mandar retirar os móveis e objetos da Casa de Apoio para pessoas que vinham de Afrânio a Petrolina.

Segundo informações, a casa será fechada. Já corre à boca pequena que Adalberto ainda não teria digerido a derrota de sua esposa, a prefeita Lúcia Mariano, para Rafael Cavalcanti (PMDB), nas eleições do último domingo (2).

26 COMENTÁRIOS

  1. Derrota boa porque ele está sepultando tbm sua carreira Politica. O Povo aprendeu a votar Adalberto. Vc fazia de Afrânio um curral eleitoral da Familia Cavalcante……Vc perdeu!!!! Petrolina,Afrânio, Dormentes e ate no Estado do Piauí…. Com seu Irmão Raimundinho. …. Parabéns eleitor

  2. Nobre Deputado, talvez o Senhor não tenhas tirado qualquer lição das urnas, o que seria uma pena, as pessoas crescem na adversidade, a vida é um eterno aprendizado, está provando tudo que falaram do Senhor, e que fizeram as pessoas daqui de petrolina desistirem de elegê lo, gestores públicos são para servir a população, sem distinção ou discriminação político-partidárias, a coisa publica não é definitivamente a cozinha de casa, por este comportamento foi derrotado em Afrânio e Petrolina, e talvez não se eleja tao cedo, pois pessoas se conquistas e não se perseguem, apenas uma reflexão a respeito disso.

  3. Tem que saber perder e saber ganhar á política é um jogo um ganha e outro perde. Você já parou um pouquinho para pensar em quase 6.000 mil eleitores que confiou em você. Já imaginou se você voltar á pedir voto novamente, como seria á reação dos eleitores.

  4. sei que esse destemperado politico ou melhor aprendiz de politico esta revoltado pelas derrotas em domicilios no qual julgava ser o cara o leva a atitudes desse acima sitado. porem se o imóvel for dele e de nada receber da prefeitura e os bens moveis for dele ele pode tirar .resumindo petrolina foste sabias escapaste desse tirano

  5. Pessoas,falsas Adalberto nunca se negou a ajudar ninguém,sem excessão porém pessoas falsas,bem assim fizeram com Ednaldo lima,bem verdade q essas casas foi o governo federal q deu,deu entre aspas pq pagamos todo mês a taxa,mas Ednaldo sempre correu atraz pra gente receber logo.e todos foram falsos c ele também,enfim Petrolina gosta de fumo

  6. Por isso temos que luta por PROGRAMAS DE ESTADOS e não PROGRAMAS DE GOVERNO. Provavelmente esses móveis eram dele. Ele estava usada a casa de apoio como programa políticos e não para apoiar as pessoas doentes.

  7. Eva, é de pessoas que aplaudem apenas a política assistencialista que políticos como Adalberto querem. Político não é para ser assistencialista e deixar a população refém. A função do político é para o bem comum e solução definitiva dos problemas e não ficar dando migalhas a população e depois cobrar fidelidade como se o povo lhe devesse algo. Como político eleito pelo povo, ele tem um excelente salário.

  8. Já é transtornado, e a terrível derrota generalizada o pirou. Agiu sem pensar, pois esqueceu de seus eleitores. Vingança sem sentido, o que faz com que perca mais eleitores ainda. Aí, fica difícil em outra eleição.

  9. Bom, sem dúvida, é uma atitude de um mau perdedor. Todavia, ouve-se dizer que essa casa é de Adalberto Cavalcanti, ele teria comprado de Diniz Cavalcanti. O deputado teria colocado a disposição da prefeitura de Afrânio sem custo nenhum, assim como ele vem fazendo com prestação de serviços médicos nos bairros de Petrolina. Se tudo isso for verdade, ele não é obrigado a manter a casa a serviço dos afranienses. Mas que é uma atitude de gente rancorosa, isso não há como negar.

  10. José Francisco; Há um tempo em que é preciso abondonar r as roupas usadas .; que já tem a forma do nosso corpo. e esquecer os nossos caminhos; que nos levam sempre ais mesmos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares.É tempo da travessia e; se não ousamos fazê-la; temos ficado. para sempre á amargam de nos mesmo

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome