Abertura parcial dos shoppings em Pernambuco é antecipada para segunda

1
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

O plano de convivência da atividade econômica com a covid-19, anunciado pelo governo de Pernambuco na última segunda-feira (1º), sofreu alterações. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Bruno Schwambach,  os shoppings poderão dar início às vendas com retirada no estacionamento (drive Thru) nesta segunda-feira (8). O comércio do Centro e os atendimentos em clínicas e consultórios de saúde também terão as suas flexibilizações adiantas. 

Segundo o projeto inicial, o plano de convivência já está em vigor permitindo, além dos serviços considerados essenciais, atividades liberadas antes do período de lockdown (findado no último dia 31). A partir desta segunda-feira (8), começam a ser acrescentados ao plano novos setores, como a construção civil e o comércio atacadista. 

Nesse caso, a única mudança diz respeito à construção civil. Antes, seria permitido a retomada das atividades com 50% da carga total de funcionários, num horário restrito das 9h às 18h. Como, segundo Schwambach, o setor comprovou que só 30% dos trabalhadores fazem uso do transporte público, a restrição de horário foi retirada. Para o comércio atacadista permanece fixo o horário das 9h às 18h. 

As flexibilizações que pretendiam ser iniciadas na segunda-feira (15) também foram modificadas. O plano previa a partir dessa data a permissão dos shoppings darem início a operações de venda com coleta no local (Drive Thru). Mas, devido à pressão do setor, o governo adiantou em uma semana a liberação. Com isso, além do delivery, os shoppings começam a permitir a retirada de compras no local a partir da próxima segunda-feira (8). 

Outra medida de flexibilização que sofreu mudança foi a abertura do comércio varejista. Antes, no dia 15, estava previsto a abertura apenas de lojas (com até 200 m²) localizadas em bairros, sem incluir o comércio do Centro. O governo resolveu desfazer essa distinção, liberando já no dia 15 também as lojas varejistas com até 200m² situadas no Centro.

Ainda no dia 15, podem abrir também o comércio de veículos, locação e vistoria de veículos, com carga de 50%.  (Fonte: JC Online)

1 COMENTÁRIO

  1. Ou seja, de acordo com a força do vento, o governado toma suas decisões.
    Esse moço é completamente desprovido de liderança.
    Eduardo Campos deve se revirar no túmulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome