CDL de Araripina promove manifestação contra aumento da violência na cidade

Preocupada com a onda de violência que está aumentando na cidade, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Araripina – CDL – no sertão do Araripe, estará promovendo uma manifestação pacífica para cobrar providências. O ato intitulado “Comércio contra a violência” terá a participação de comerciantes. Todos fecharão as portas do comércio da cidade inteira das 8h às 10h na próxima quinta-feira 06/04.

Na manifestação, a intenção é que a mensagem chegue até o Governo Estadual, no intuito de que providências sejam tomadas com relação à segurança pública em Araripina. A CDL convida funcionários e população para juntar-se aos organizadores neste ato luta pela paz na cidade

O movimento prevê também que os moradores usem no perfil de suas redes sociais a logomarca do evento para participar e demonstrar a revolta com o que está acontecendo na cidade e região.

Audiência pública debate violência em Petrolina

Os números da violência, suas causas, consequências e a busca de soluções para que a cultura da paz prevaleça em Petrolina, serão observados na audiência pública que o vereador Ronaldo Cancão (PTB) promove nesta sexta-feira, 31, às 19h, no ginásio da Escola José Joaquim, no bairro José e Maria, zona norte do município. Antes prevista para ocorrer na quinta, 30, o autor informou que o comando das polícias pediu para adiar a audiência para a sexta, diante de encontro sobre o Pacto pela Vida na quinta, no Recife, onde a cúpula da segurança pública do estado terá que se fazer presente.

“Levaremos a discussão para dentro do José e Maria, no foco da violência em nossa cidade. O tema é insegurança. Não posso me furtar de dá uma resposta a sociedade de Petrolina, por isso propusemos essa audiência”, assinalou Cancão.

O petebista visa com essa discussão, contribuir para a cultura da paz na maior cidade do sertão do estado. “Espero contar com o apoio da imprensa nesse encontro. Essa serão a nossa contribuição para a ajudar a redução dos índices de violência em nossa cidade”, concluiu Ronaldo Cancão.

“Estamos vivendo uma guerra civil”, alerta Humberto Costa sobre números da violência em Pernambuco

 

Os números alarmantes da violência em Pernambuco são motivos de preocupação do líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE). “Foram 977 assassinatos aqui no Estado e o governo continua de braços cruzados. Estamos falando de números semelhantes ao de uma guerra civil como as que acontecem em vários países do mundo”, afirmou, indignado, o senador petista.

A Secretaria de Defesa Social confirmou, durante essa semana, quase mil homicídios em Pernambuco, entre os meses de janeiro e fevereiro. “Tivemos um aumento de quase 48% no número de assassinatos registrados em comparação ao mesmo período do ano passado. É uma situação insustentável essa que estamos vivendo”, denunciou Humberto.

O parlamentar lembrou do Pacto Pela Vida que levou Pernambuco a se destacar no cenário nacional por causa da queda de homicídios no Estado, em boa parte dos anos da década de 2000. “Foi um programa exitoso e que realmente reduziu o número de assassinatos. Mas foi completamente abandonada pelo governo. Falta coordenação e falta interação com a sociedade civil o que acarreta em uma grande escalada da violência”.

Segundo Humberto, o que se vê, atualmente, no  Estado é uma “verdadeira quebra de braço” entre o Governo do Estado e as polícias Civil e Militar, o que gera uma grande insatisfação entre aqueles que foram designados para cuidar da segurança. “Vemos um elevado descontentamento da Polícia Militar em relação às suas carreiras, que não estariam de acordo com suas responsabilidades, o que repercute negativamente no combate à violência”, alertou o petista.

O senador colocou seu mandato à disposição do governador Paulo Câmara para ajudar no que for necessário, mas exigiu ações imediatas para coibir a violência no Estado. “Estou à disposição do governo para cobrar recursos do governo federal para a política de segurança. Mas cobro do governador que atue com medidas concretas e emergenciais no Estado. O povo de Pernambuco não aguenta mais conviver com tanta violência”, desabafou Humberto Costa. (Foto: Ascom)

Noite violenta em Juazeiro deixa três jovens mortos

A noite de sexta-feira (10) foi violenta em Juazeiro (BA). Pelo menos três pessoas foram mortas em um intervalo de duas horas.

O primeiro homicídio foi registrado por volta das 19h40, no bairro Nova Esperança. A vítima foi um jovem, que foi atingido por vários disparos de arma de fogo. O autor do crime seria um homem numa motocicleta, que fugiu após o crime.

Por volta das 21h, um duplo homicídio foi registrado no Residencial Mairi, do ’Minha Casa, Minha Vida’. As vítimas foram dois jovens, que também foram mortos a tiros. Segundo informações, o autor dos disparos também foi um motociclista não identificado, que fugiu do local.

Ainda não há informações se os crimes têm ligação. Os corpos foram encaminhados ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). A Polícia Civil de Juazeiro deve investigar os casos.

Mulher é espancada até a morte em Santa Maria da Boa Vista

Um caso de violência contra a mulher marcou o domingo (26), segundo dia de Carnaval, em Santa Maria da Boa Vista (PE), Sertão do São Francisco. A agricultora Marizete Pereira da Silva foi espancada até a morte pelo companheiro, José Cícero da Silva. O crime aconteceu no assentamento Beni Santana.

Marizete ainda chegou a socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito do homicídio ainda está foragido.

Petrolina

Já em Petrolina, o corpo de um homem foi encontrado no assentamento Mansueto de Lavor, zona rural. Ainda não houve identificação da vítima.

Coordenador da Defesa Civil de Juazeiro é assassinado a tiros em sua residência

O coordenador da Defesa Civil de Juazeiro (BA), Adalberto de Carvalho Gonzaga, 54 anos, foi assassinado no começo da noite desta quinta-feira (23) na casa dele, no bairro Piranga. O portão da garagem  da casa da vítima encontrava- se derrubado.

De acordo com relatos de vizinhos,  o autor do crime estava em uma motocicleta Bros de cor preta, mas ninguém no bairro conseguiu anotar a placa, nem características do assassino.

Adalberto morava com a esposa e dois filhos de, respectivamente, 29 e 23 anos. Segundo outro filho da vítima, Marcos Rondinelli Silva Gonzaga, 25 anos, que não morava com o pai, ele desconhece os motivos para que alguém quisesse matar Adalberto.

Deficiente é assassinado e filhos menores ficam baleados em Salgueiro

Uma onda de violência tem assustado os moradores de Salgueiro (PE), no Sertão Central. Segundo informações, três homicídios foram registrados na cidade em menos de cinco dias. O último crime ocorreu na noite de ontem (22), próximo ao Ceasa. Um deficiente de 31 anos morreu e seus dois filhos, de 12 e 5 anos, foram baleados.

Ainda segundo informações, Janilson Ricarte Neto foi morto por dois homens numa motocicleta. Os elementos chegaram e efetuaram vários tiros contra as vítimas. Os filhos de Janilson foram socorridos, mas o estado de saúde deles não foi informado. Ainda não há informações sobre a motivação do crime. Ninguém foi preso.

Enquanto secretário afirma que Carnaval de PE será “de paz”, vice líder governista na Alepe chama opositores de “corujas agourentas”

Apesar da escalada vertiginosa da violência em Pernambuco, o secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, assegurou que o Carnaval na Região Metropolitana e interior do Estado será tranquilo. Ele informou que um efetivo de 31.213 policiais e bombeiros militares fará a segurança da folia nos principais polos espalhados do Litoral ao Sertão. Enquanto isso, na Assembleia Legislativa (Alepe), o atual vice-líder do Governo Paulo Câmara, deputado Rodrigo Novaes (PSD), soltou o verbo contra a bancada de oposição.

O parlamentar ressaltou que os opositores estão agindo como “corujas agorentas” e “fazendo terrorismo” para que as coisas deem errado no Carnaval. Novaes se disse confiante na Polícia Militar e acredita que a folia acontecerá “sem eventos extraordinários”, ou seja, sem violência. É esperar que o lema deste ano do Carnaval, ‘Vai na Folia, Vai na Paz’, seja colocado em prática. (foto/reprodução)

Após pressão, Governo de PE anuncia mudanças nos comandos da Polícia Militar e da Polícia Civil

Diante dos altos números da violência em Pernambuco e da pressão que vem sofrendo nos últimos meses, o governador Paulo Câmara (PSB) promoveu hoje (17) mudanças nos comandos da Polícia Civil e na Polícia Militar (PM). O coronel Vanildo Maranhão substituirá o coronel Carlos D’Albuquerque no comando da PM. Atualmente, o coronel Vanildo ocupa o cargo de diretor das Especializadas da PMPE. O delegado Joselito Amaral substituirá Antônio Barros como chefe da Polícia Civil. Amaral é o atual diretor da Área Integrada Metropolitana. A transmissão dos cargos ocorrerá na próxima segunda-feira (20).

O atual comandante do Estado-Maior da PMPE, coronel André Cavalcanti, assume o subcomando da corporação. Ele troca de posição com o coronel Adalberto Freitas, que passa a chefiar o Estado-Maior da Polícia Militar. Na Polícia Civil, o chefe-adjunto será o delegado Charles Gutiergues.

Reajuste salarial

Mesmo os PMs e bombeiros sendo contra o projeto, Paulo Câmara sancionou a Lei que altera a estrutura remuneratória das carreiras de praças e oficiais da PM e dos Bombeiros, que passa a ser integrada por subdivisões em faixas de soldos, indicando o nível de progressão no respectivo posto ou graduação. Segundo o Governo do Estado, trata-se do maior acordo de valorização funcional da história de Pernambuco. A PM e o CBM vão ter um reajuste médio de 25%.

O reajuste representará um acréscimo de R$ 303 milhões na folha de pagamento de 2017, conforme detalhado nos demonstrativos de impacto financeiro, que acompanham o Projeto. O Projeto de Lei estabelece as correções nos vencimentos para os meses de maio de 2017, abril de 2018 e dezembro de 2018. A lei viabiliza também o nivelamento salarial dos militares com a Polícia Civil. Além disso, garante o crescimento e o dinamismo na carreira dos militares. (foto/divulgação)

Vereador Ronaldo Cancão vai ao Campo das Princesas convidar representante do Estado para audiência pública sobre violência em Petrolina

Quem esteve no Recife (PE) no dia de ontem (16) foi o vereador governista Ronaldo Cancão (PTB). O principal compromisso de Cancão foi no Palácio do Campo das Princesas, onde foi recebido por João Campos, chefe de gabinete do governador Paulo Câmara. (mais…)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br