Noite de São João marcada pela violência em Petrolina e Juazeiro

A noite de São João, ontem (24), foi violenta em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Na cidade pernambucana um homicídio foi registrado na Vila Eulália, zona norte da cidade. A vítima foi José Cláudio Ferreira de Siqueira, de 41 anos, residente no Bairro São Jorge, também na zona norte.

Segundo o 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), o pai da vítima contou que ele e seu filho, José Cláudio, transitavam de carro pela Rua 33 da Vila Eulália, quando foram alvejados. No momento dos disparos, o pai se abaixou dentro do veículo, mas o filho foi atingido por dois disparos – um na perna e o outro no tórax.

Após ser socorrido e receber atendimento médico no Hospital Universitário (HU), José Cláudio não resistiu e veio a óbito. O pai dele não soube informar quem efetuou os disparos contra o carro. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML). A Polícia Civil (PC) deve investigar o caso.

Já em Juazeiro, o crime aconteceu no Bairro Sol Nascente. A vítima foi uma mulher, ainda não identificada. Segundo informações, ela foi esfaqueada e morreu no local. A mulher estava acompanhada de um homem, que também foi golpeado. O estado de saúde dele, no entanto, é desconhecido, bem como a autoria do crime. O corpo foi removido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). A PC também deve investigar o caso.

Governo de PE descarta que festejos juninos terão “toque de recolher” por causa da violência

Rumores de que os festejos juninos de Caruaru (PE) teriam “toque de recolher” por conta da violência repercutiram fortemente em todo o Estado nesta sexta-feira (2). Considerado um dos principais polos do tradicional evento, a cidade do Agreste recebe turistas de toda as partes do Nordeste, nesta época do ano.

Ao lançar a programação junina em Petrolina, no mês passado, o prefeito Miguel Coelho já tinha comentado sobre essa hipótese. E descartou, uma vez que o gestor alegou não ter sentido investir consideravelmente numa grade de atrações (algumas de renome nacional) para a festa acabar antes da hora.

O secretário de Defesa Social do Estado, Ângelo Gioia, assegurou que não haverá toque de recolher em Caruaru. À Rádio Jornal, Gioia justificou que a medida refere-se apenas ao planejamento das polícias quanto ao horário excepcional de atuação durante o evento, e está combinando com a organização dos festejos.

E é bom mesmo que seja isso. O São João é um evento tradicional do povo nordestino, que não pode ser restringido por uma questão de competência exclusiva do Estado. Caso isso ocorresse, seria um atestado, aí sim, de incompetência das autoridades em combater a problemática da violência.  (Foto/reprodução)

Jovem é assassinado no Centro de Juazeiro

A violência não cessa em Juazeiro (BA). Na noite de ontem (29), foi registrado o 15º homicídio do mês de maio. O crime aconteceu em pleno Centro da cidade, na Rua Ramiro Ribeiro.

A vítima foi um jovem conhecido como “Neguinho da Guerra”. Ele foi morto com vários disparos de arma de fogo. A autoria e motivação do crime estão sendo investigados pela Polícia Civil (PC). (foto/divulgação)

Blog lançará campanha de enfrentamento à violência contra a mulher

Pioneiro no Sertão pernambucano, o Blog do Carlos Britto lançará, nesta quarta-feira (24), a campanha “Amor sem Violência”. O objetivo do projeto é chamar a atenção da sociedade e mobilizar as pessoas pelo fim da violência contra a mulher, além de estimular as denúncias.  Inédito na região por um portal de notícias, o projeto é uma parceria entre o Blog do Carlos Britto e a Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria da Mulher.

A campanha publicitária foi desenvolvida totalmente pela Agência Plena e tem como personagens centrais a cantora Yara Tchê (ex-vocalista da Banda Desejo de Menina) e a blogueira e Digital Influencer, Carla Rocha.

Elas entraram de corpo e alma, se maquiaram e mergulharam com tudo na campanha, sem cobrar nenhum cachê. Um clipe de mais de quatro minutos será apresentado com uma música inédita também criada pelo Blog, assim como toda a concepção da campanha.

Foram horas de planejamento, de gravação em estúdio, com músicos de primeira linha e uma apresentação gráfica corajosa e impecável.

O lançamento da campanha “Amor sem Violência” acontecerá nesta quarta-feira, no Sest/Senat, Bairro KM 2, em Petrolina, às 8h30. Aberto ao público em geral, o evento contará com a presença do prefeito Miguel Coelho e de outras autoridades municipais.

Parnamirim: Diante da violência, prefeitura incentivará comerciantes a instalarem câmeras de segurança

Diante do aumento da violência em Parnamirim (PE), no Sertão Central, a prefeitura promoveu recentemente uma audiência para debater o assunto com autoridades do setor de segurança, que se comprometeram em unir esforços para coibir ações violentas na cidade.

Após já ter solicitado em audiência com o governador Paulo Câmara uma companhia independente de polícia para Parnamirim e cobrar reforço policial à Secretaria de Defesa Social (SDS), o prefeito Tácio Pontes anunciou uma campanha de incentivos fiscais para os comerciantes que vierem a instalar câmeras de segurança na frente dos seus estabelecimentos.

O prefeito também informou já ter solicitado postos policiais ao Governo do Estado para o povoados do Jacaré e Quixaba, além de melhoramento da frota, bem como celeridade nas investigações do Caso Katarine – crime que chocou o município no mês de abril.

Homem é morto com tiros na cabeça em loteamento em Juazeiro

A onda de violência continua fazendo vítimas em Juazeiro (BA). O último assassinato aconteceu no final da noite de ontem (16), no Loteamento Monte Serrat. A vítima foi um homem ainda não identificado.

Ele foi morto com vários disparos de arma de fogo. A vítima foi atingida por tiros na cabeça, vindo a óbito no local. A autoria do crime é investigada pela polícia. Esse foi o oitavo homicídio no mês de maio em Juazeiro. (foto/divulgação)

Miguel Coelho acredita que violência “não contaminará” festejos juninos de Petrolina

Os números crescentes da violência em Pernambuco não preocupam o prefeito Miguel Coelho em relação aos festejos juninos de Petrolina, cuja programação foi anunciada oficialmente por ele na noite de ontem (12), no Círculo Militar. Miguel assegurou que o esquema de segurança para o evento no Pátio Ana das Carrancas e nas quatro comunidades onde acontecerá o ‘São João de Bairros’ ocorrerá com tranquilidade.

A gente entende o momento que o Estado passa, mas isso não contaminará o nosso São João”, declarou o gestor, numa rápida coletiva de imprensa, após o lançamento da programação.

Miguel justificou que os festejos oficiais acontecerão num recinto fechado, com toda a segurança não só da Polícia Militar, quanto da Guarda Civil Municipal, Polícia Civil e dos seguranças particulares. O mesmo esquema também ocorrerá, segundo ele, na Areia Branca (Avenida São Francisco), no José e Maria, na Avenida dos Tropeiros e no Rio Corrente – que farão parte do São João nos Bairros.

Já tivemos uma reunião no Recife para tratar da segurança no período junino de Petrolina. Vamos ter uma próxima em Petrolina, ainda no mês de maio. Então, estou tranquilo de que com esse conjunto de forças iremos garantir um São João seguro para as famílias”, estimou o prefeito. Perguntado se irá estender o horário de permanência da Polícia Militar em eventos juninos (até às 3 da manhã), conforme recente portaria baixada pela Secretaria de Defesa Social (SDS) do Estado, Miguel foi categórico. “Já informamos à SDS que não dá para cumprir esse horário. Ainda mais com a grade que montamos. Não é justo fazermos um investimento desse tanto, para ter que encerrarmos às 3 da manhã”.

Diárias

O prefeito disse que irá disponibilizar diárias aos policiais militares que cobrirão o evento. Já os guardas municipais receberão, além das diárias, horas extras. Onde as forças de segurança pública não puderem atuar, Miguel frisou que a prefeitura contratará seguranças particulares.

Cancão entrega a Paulo Câmara relatórios sobre balanço da violência em Petrolina e ouve promessas

O vereador Ronaldo Cancão (PTB) entregou nas mãos do governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), durante a mais recente passagem do socialista pelo Sertão do Araripe, na última sexta-feira (5), em Ouricuri, o relatório das audiências públicas sobre a criminalidade em Petrolina. Os dois debates – um realizado no Bairro José e Maria, e o outro no São Gonçalo – foram requeridos por ele.

Segundo Cancão, também foi entregue ao governador uma pauta contendo as reivindicações dos petrolinenses para conter a onda de violência na cidade.

O governador me disse que quando o Seminário ‘Pernambuco em Ação’ for realizado em Petrolina, já chega com novidades referentes à questão de segurança”, afirmou Cancão. O secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, que integrou a comitiva de Paulo Câmara ao Sertão, também participou da conversa.

O vereador petrolinense informou aos dois que o comando do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) tem feito um bom trabalho, mas a estrutura do órgão não está ajudando a frear a violência no município. “As viaturas estão sendo recolhidas do interior, após as 23h, para a sede. Admitindo essa questão financeira do Estado, também há uma certa limitação no combustível”, frisou. O vereador disse ainda ter solicitado mais câmeras de monitoramento e armamento para a polícia – incluindo uma parte dos 50 fuzis e das 113 novas viaturas adquiridas pelo governo, uma vez que a frota dos veículos na cidade foi reduzida.

Batalhão especializado

Além disso o vereador cobrou a convocação urgente de mais policiais civis, especificamente para a Delegacia do Ouro Preto, devido à demora nas ocorrências feitas pelos policiais rodoviários federais e militares, que chegam a passar mais de uma hora para realizar o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). “Enquanto a viatura fica parada todo esse tempo, ela deveria estar guarnecendo a sociedade”, justificou. Outro compromisso de Paulo Câmara com Cancão foi o aumento no quadro do 5º BPM, uma vez que existe a expectativa de que 80 PMs se aposentem este ano. “Tínhamos 500 praças há 18 anos, e Petrolina tinha uma população perto dos 170 mil habitantes. Hoje tem 340 mil e o efetivo da polícia está muito menor”, externou. Cancão também pleiteou a instalação de um batalhão especializado, específico para o município. “Essa foi a nossa conversa. O governador se mostrou sensível, vamos aguardar para que ele possa nos ajudar nessa nossa luta para preservar a vida“, concluiu.

Durante passeata contra violência, moradores de Lajedo ironizam Paulo Câmara: “Música no Fantástico”

A população de Lajedo (PE), Agreste do Estado, usou de bom humor recheado de ironia para protestar, numa passeata, contra a falta de segurança na cidade.

Uma das faixas trazia a seguinte pergunta ao governador Paulo Câmara: “governador, se eu for assaltado 3 vezes, posso pedir música no Fantástico?”.

Seria cômico, se não fosse trágico. (foto/reprodução)

Mobilizados contra escalada da violência, comerciantes de Araripina farão protesto nesta quinta-feira

A escalada da violência em Araripina (PE), Sertão do Araripe, motivou os comerciantes da cidade a promover nesta quinta-feira (4) um protesto pacífico e silencioso. Até as 10h todos eles baixarão as portas dos seus estabelecimentos como forma de pressionar as autoridades competentes por providências.

De acordo com o proprietário de uma papelaria, Francisco Assis Souza (o ‘Thico Hermes da Popy’), escolas e prefeitura também se solidarizaram com o movimento, que foi batizado de “Fecha Comércio”, e também deverão suspender parcialmente o expediente nesta quinta.

Na semana passada, a cidade registrou mais de 30 assaltos. Somente no último domingo (2) foram contabilizadas sete ocorrências desse tipo, e ontem (3) mais quatro. Segundo Thico, a média de assaltos por dia chega a seis. Os principais alvos dos bandidos são sobretudo as mulheres e os estabelecimentos comerciais. “Araripina está entregue ao ‘Deus dará’”, desabafa.

Preocupado com esse cenário, o atual prefeito Raimundo Pimentel (foto) teve uma audiência, no dia de ontem, na Secretaria de Defesa Social (SDS) do Estado. Pimentel solicitou medidas urgentes, por parte do governo, no sentido de combater a onda de violência em Araripina.

Assassinato

O tema também foi abordado pelo deputado estadual Odacy Amorim, na sessão de ontem na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O parlamentar lembrou o assassinato do caminhoneiro Aldeci Freire, na madrugada do domingo, na BR-232, em Serra Talhada, Sertão do Pajeú. A categoria vem sendo alvo constante da bandidagem nas estradas do Estado. Ele aproveitou para pedir ao governador Paulo Câmara que ouça os alertas da Bancada de Oposição. “Não estamos aqui para usar essa morte para apontar mais uma falha do Governo”, argumentou. “O governador Paulo Câmara precisa ter capacidade para ouvir os aliados e as demais lideranças do Estado sobre esse assunto”, concluiu. (foto/divulgação)

Audiência promovida pela Casa Plínio Amorim sobre violência tem público abaixo do esperado

A audiência pública promovida na noite de ontem (31/03) pela Casa Plínio Amorim no Bairro José e Maria, zona norte de Petrolina, tinha tudo para dar certo. O tema, que abordava os números preocupantes da violência no município, é de relevância incontestável. As reclamações da população, cobrando providências das autoridades, são constantes. (mais…)

CDL de Araripina promove manifestação contra aumento da violência na cidade

Preocupada com a onda de violência que está aumentando na cidade, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Araripina – CDL – no sertão do Araripe, estará promovendo uma manifestação pacífica para cobrar providências. O ato intitulado “Comércio contra a violência” terá a participação de comerciantes. Todos fecharão as portas do comércio da cidade inteira das 8h às 10h na próxima quinta-feira 06/04.

Na manifestação, a intenção é que a mensagem chegue até o Governo Estadual, no intuito de que providências sejam tomadas com relação à segurança pública em Araripina. A CDL convida funcionários e população para juntar-se aos organizadores neste ato luta pela paz na cidade

O movimento prevê também que os moradores usem no perfil de suas redes sociais a logomarca do evento para participar e demonstrar a revolta com o que está acontecendo na cidade e região.

Audiência pública debate violência em Petrolina

Os números da violência, suas causas, consequências e a busca de soluções para que a cultura da paz prevaleça em Petrolina, serão observados na audiência pública que o vereador Ronaldo Cancão (PTB) promove nesta sexta-feira, 31, às 19h, no ginásio da Escola José Joaquim, no bairro José e Maria, zona norte do município. Antes prevista para ocorrer na quinta, 30, o autor informou que o comando das polícias pediu para adiar a audiência para a sexta, diante de encontro sobre o Pacto pela Vida na quinta, no Recife, onde a cúpula da segurança pública do estado terá que se fazer presente.

“Levaremos a discussão para dentro do José e Maria, no foco da violência em nossa cidade. O tema é insegurança. Não posso me furtar de dá uma resposta a sociedade de Petrolina, por isso propusemos essa audiência”, assinalou Cancão.

O petebista visa com essa discussão, contribuir para a cultura da paz na maior cidade do sertão do estado. “Espero contar com o apoio da imprensa nesse encontro. Essa serão a nossa contribuição para a ajudar a redução dos índices de violência em nossa cidade”, concluiu Ronaldo Cancão.

“Estamos vivendo uma guerra civil”, alerta Humberto Costa sobre números da violência em Pernambuco

 

Os números alarmantes da violência em Pernambuco são motivos de preocupação do líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE). “Foram 977 assassinatos aqui no Estado e o governo continua de braços cruzados. Estamos falando de números semelhantes ao de uma guerra civil como as que acontecem em vários países do mundo”, afirmou, indignado, o senador petista.

A Secretaria de Defesa Social confirmou, durante essa semana, quase mil homicídios em Pernambuco, entre os meses de janeiro e fevereiro. “Tivemos um aumento de quase 48% no número de assassinatos registrados em comparação ao mesmo período do ano passado. É uma situação insustentável essa que estamos vivendo”, denunciou Humberto.

O parlamentar lembrou do Pacto Pela Vida que levou Pernambuco a se destacar no cenário nacional por causa da queda de homicídios no Estado, em boa parte dos anos da década de 2000. “Foi um programa exitoso e que realmente reduziu o número de assassinatos. Mas foi completamente abandonada pelo governo. Falta coordenação e falta interação com a sociedade civil o que acarreta em uma grande escalada da violência”.

Segundo Humberto, o que se vê, atualmente, no  Estado é uma “verdadeira quebra de braço” entre o Governo do Estado e as polícias Civil e Militar, o que gera uma grande insatisfação entre aqueles que foram designados para cuidar da segurança. “Vemos um elevado descontentamento da Polícia Militar em relação às suas carreiras, que não estariam de acordo com suas responsabilidades, o que repercute negativamente no combate à violência”, alertou o petista.

O senador colocou seu mandato à disposição do governador Paulo Câmara para ajudar no que for necessário, mas exigiu ações imediatas para coibir a violência no Estado. “Estou à disposição do governo para cobrar recursos do governo federal para a política de segurança. Mas cobro do governador que atue com medidas concretas e emergenciais no Estado. O povo de Pernambuco não aguenta mais conviver com tanta violência”, desabafou Humberto Costa. (Foto: Ascom)

Noite violenta em Juazeiro deixa três jovens mortos

A noite de sexta-feira (10) foi violenta em Juazeiro (BA). Pelo menos três pessoas foram mortas em um intervalo de duas horas.

O primeiro homicídio foi registrado por volta das 19h40, no bairro Nova Esperança. A vítima foi um jovem, que foi atingido por vários disparos de arma de fogo. O autor do crime seria um homem numa motocicleta, que fugiu após o crime.

Por volta das 21h, um duplo homicídio foi registrado no Residencial Mairi, do ’Minha Casa, Minha Vida’. As vítimas foram dois jovens, que também foram mortos a tiros. Segundo informações, o autor dos disparos também foi um motociclista não identificado, que fugiu do local.

Ainda não há informações se os crimes têm ligação. Os corpos foram encaminhados ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). A Polícia Civil de Juazeiro deve investigar os casos.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br