Carvoaria clandestina que funcionava às margens do Rio São Francisco em Petrolina é fechada

A Agência Municipal do Meio Ambiente de Petrolina (AMMA) fechou uma carvoaria clandestina que funcionava numa Área de Preservação Permanente (APP), às margens do Rio São Francisco. No local, de difícil acesso, também foram encontrados um acampamento improvisado e um grande buraco coberto com barro, usado como forno artesanal para a produção de carvão. Números preliminares ainda dão conta da existência de aproximadamente 10 metros cúbicos (m³) de carvão em processo de produção, e cerca de 5 m³ de lenha produzida com algaroba. Os materiais foram apreendidos.

Ninguém foi encontrado no local no momento do flagrante, mas o diretor de Fiscalização e Educação Ambiental da AMMA, Wagner Linhares, destaca que alguns crimes ambientais foram cometidos. “Foi suprimida a vegetação de uma APP, que se trata da mata ciliar do Rio São Francisco, e a lei manda que cuidemos de 500 metros em cada uma das margens. Além disso, existe a produção de lenha, de carvão e ainda um quarto crime, que não se configura aqui, que é a comercialização do material produzido de forma irregular“, explicou Linhares.

As equipes da AMMA ainda encontraram vestígios de que outras produções de carvão foram realizadas anteriormente nas proximidades do local. Por isso, a fiscalização será intensificada a fim de encontrar outros pontos de atividades clandestinas e os responsáveis pelas ações criminosas.

Fogueiras

Como estamos num período junino, é comum encontrar pessoas vendendo fogueiras na cidade. Diante disso, a AMMA orienta à população para que se procure saber a procedência da lenha comercializada. Wagner Linhares lembra que o comprador também pode ser penalizado, caso o produto seja clandestino. Também a fim de coibir qualquer prática ilegal, a AMMA já articula fiscalizações para este período junino em toda a cidade. (Foto/divulgação)

Primeira suspensão da captação de água no Rio São Francisco acontece hoje

As captações de água estarão suspensas no Rio São Francisco a partir de hoje (21). A medida, que institui o Dia do Rio, tem o objetivo de preservar os estoques de água nos reservatórios da bacia do Velho Chico. A decisão partiu de uma articulação entre o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), a Agência Nacional de Águas (ANA), os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe, bem como usuários de água.

A medida suspende as captações realizadas em corpos d’água superficiais perenes de domínio da União todas as quartas-feiras. A medida inclui retiradas para todos os usos, inclusive perímetros de irrigação, mas exclui as captações para abastecimento humano e dessedentação animal. Com a adoção da medida, a ANA espera economizar 40 m³ de água, o que evitaria a utilização do volume morto dos reservatórios de Sobradinho e de Xingó. A suspensão vale até 30 de novembro deste ano, quando está previsto o fim do período seco.

Odacy Amorim confirma nova previsão de data para audiência pública sobre Rio São Francisco

O deputado estadual Odacy Amorim (PT), que preside a Frente Parlamentar em Defesa do São Francisco e outros rios de Pernambuco na Assembleia Legislativa (Alepe), confirmou ao Blog que a audiência pública em Petrolina para debater a situação do Velho Chico deverá acontecer no próximo semestre.

O evento deveria acontecer no dia de ontem (19), mas foi adiado. Segundo Odacy, os festejos juninos que acontecem na cidade e a proximidade do recesso parlamentar motivou o adiamento da audiência, que será realizada provavelmente em agosto.

ANA antecipa providências para evitar o pior no Lago de Sobradinho

O cenário hídrico do Rio São Francisco, que no ano passado já tinha tirado o sono dos fruticultores da região, caminha para ser ainda mais crítico em 2017. Para evitar que isso aconteça, a Agência Nacional das Águas (ANA) quer antecipar as providências. Por meio de nota da assessoria de comunicação, o órgão adotará uma medida, batizada de ” Dia do Rio”, que vai ser aplicada para todos os usos, menos para consumo humano e dessedentação animal.

O objetivo é preservar o estoque de água armazenado nos reservatórios e evitar que Sobradinho alcance o ‘volume morto’ antes do início do período chuvoso, em dezembro. Conforme nota emitida anteriormente, a própria agência trabalha com um possível cenário de que Sobradinho chegue ao volume morto (quando não é possível a geração de energia a partir do uso da barragem) ainda em agosto deste ano. A medida inclui retiradas para todos os usos, dos perímetros de irrigação, mesmo que sejam oriundas de volumes de água reservados previamente.

As restrições ao uso das águas do São Francisco vão vigorar a partir da próxima quarta-feira (21) e até 30 de novembro, quando se espera a chegada das chuvas ao longo da bacia. A regra vale para aquelas captações que ainda não estejam submetidas a regras mais restritivas de uso, e caso não haja uma melhoria significativa nos níveis de água dos reservatórios do São Francisco, as restrições serão prorrogadas.

Essa situação acendeu o alerta vermelho para os empresários que lidam com projetos de irrigação na Bahia. Na região Oeste, onde 60% da produção de grãos está concentrada, os 1.200 pivôs, que irrigam 130 mil hectares de área plantada, poderão sofrer impactos ainda mais severos, com a prolongada seca na região. Isso porque é da região os únicos afluentes perenes do Rio São Francisco na Bahia: Corrente, Carinhanha e Grande.

Conforme explicou o diretor de Águas da Associação dos Irrigantes da Bahia (AIBA), José Isino, existe o risco de que as captações nesses três rios também sejam suspensas, como forma de garantir o fornecimento de água para a calha do Velho Chico. “Por enquanto é uma decisão que cabe apenas ao rio de Domínio da União, o São Francisco, mas pode valer para toda a bacia, o que afetaria os rios baianos que são seus afluentes”, disse.

José Isino explica ainda que há o temor de um agravamento da seca ao longo da Bacia do Rio São Francisco, já que as próximas chuvas só são aguardadas ao final de novembro. “Nós fomos alertados pela ANA, em uma reunião ocorrida em Recife (PE), de que esse volume zero pode ser antecipado para agosto, já que a vazão (saída de água) da Barragem de Sobradinho tem sido maior que a afluência (chegada) do lago”, adverte.

No próximo dia 6 de julho, em Barreiras, empresários irrigantes vão se reunir para discutir a gravidade da situação. No Oeste, os irrigantes contam com a captação de água para irrigação com as águas dos Rios Grande e Preto, nas cidades de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, São Desidério, Formosa do Rio Preto, Barra e Santa Rita de Cássia, e em Correntina, Santa Maria da Vitória e São Felix do Coribe, com os rios Correntina e Carinhanha, que fazem parte da Bacia Hidrográfica do São Francisco, além de projetos que captam água diretamente do São Francisco, em Bom Jesus da Lapa, Sítio do Mato e Paratinga.

Vazão reduzida

Para tentar evitar que o Lago de Sobradinho chegue ao volume morto antes da chegada do período das chuvas, a ANA já reduziu a sua vazão de água em mais de 50%, do final do ano passado até agora. O lago funciona como uma grande caixa d‘água, onde são armazenadas toda a água que segue em direção aos complexos hidrelétricos de Itaparica, Paulo Afonso e Xingó, de onde saem mais der 60% de toda a energia que abastece a Região Nordeste.

Atualmente chega ao lago um volume médio de 500 metros cúbicos de água por segundo, e sai pelos vertedouros 600 m³/s (metros cúbicos por segundo), gerando um déficit de 100 m³ de água a cada segundo. No último dia 11 o lago estava com 12,92% do seu volume útil. Na terça-feira esse volume tinha caído para 12,86%. No mesmo período do ano passado o Lago de Sobradinho estava com 22,70% do seu volume útil de água.

Desde o início do mês, a vazão média diária de defluência, autorizada pela ANA, nos reservatórios de Sobradinho e Xingó é da ordem de 600 m³/s, o menor patamar já praticado. Em 11 de junho, o volume equivalente dos reservatórios (Três Marias, Sobradinho e Itaparica) era 18,6%. Na mesma época do ano passado, o volume útil equivalente armazenado era 29,21%. (Fonte: Tribuna da Bahia/foto arquivo reprodução)

Frente parlamentar da Alepe virá a Petrolina debater situação do Rio São Francisco

Integrantes da Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco e demais rios de Pernambuco, da Assembleia Legislativa (Alepe), estarão em Petrolina na próxima segunda-feira (19).

Presidida pelo deputado estadual Odacy Amorim (PT), a Frente mostrará um diagnóstico sobre o cenário em que se encontram os rios pernambucanos. O encontro ocorrerá no Nobile Suites Del Rio (Antigo Quality), na Orla II, a partir das 8h.

Estão sendo convidados para o evento representantes da Compesa, Codevasf e prefeitura. “O objetivo é apontarmos os rumos em relação ao tratamento dos nossos rios, em especial o São Francisco”, explicou Odacy.

Juazeiro receberá neste final de semana pilotos da 2ª Expedição São Francisco

Trinta pilotos de várias partes do Brasil chegarão a Juazeiro (BA) no próximo dia 17 de junho, seguindo roteiro da 2ª Expedição São Francisco, que vai percorrer 2.700 quilômetros passando por oito municípios nos Estados de Alagoas, Sergipe, Bahia e Minas Gerais. As aeronaves sobrevoarão a região e pousarão numa área da empresa Agrovale.

A expedição tem como objetivo fazer uma revoada, entre os dias 15 e 23 de junho, nas principais cidades da bacia para apresentar aos participantes e imprensa uma noção dos trabalhos social, cultural, e econômico que vêm contribuindo para o desenvolvimento das comunidades ribeirinhas.

De acordo com Kléber Rangel, organizador da expedição, a primeira revoada tinha como principal intenção apenas uma viagem sobre o rio. Mas desta vez, além de uma viagem de lazer, os participantes assumiram o compromisso de registrar tudo que for visto. Será produzido material em vídeos em todas as cidades sedes da expedição, com equipe e aeronave especialmente designada para essa finalidade.

“Como participante da primeira revoada e organizador dessa expedição, sinto-me responsável em receber os colegas aviadores na intenção de mostrar que as boas políticas podem mudar ou estancar a degradação dos rios de nosso país, no caso nosso Rio São Francisco. Contando com a hospitalidade da população ribeirinha e o apoio público, faremos dessa um marco para o incentivo de outros gestores, enfatizando que o bom deve ser mostrado e que nem tudo está perdido“, ressalta Rangel. As informações são da assessoria da PMJ.

Vereadores de Juazeiro se mobilizam para tentar frear afogamentos no Rio São Francisco

Dezenas de vidas já foram ceifadas nos últimos meses num trecho do Rio São Francisco conhecido como ‘prainha’, na Orla Dois de Juazeiro (BA). A última morte registrada no local foi na segunda-feira (5), quando uma jovem de 18 anos tomava banho com o namorado e veio a óbito após se afogar.

Diante da situação, os vereadores da Casa Aprígio Duarte Filho resolveram tomar novas medidas para tentar frear essa onda de afogamentos nas áreas de banho em Juazeiro. Domingão da Aliança (PRTB) usou a tribuna na sessão ordinária de ontem (6) para informar sobre a reunião que participou na sede da Agência Fluvial de Juazeiro com o Capitão-Tenente Silvio Miranda Pinto Júnior, titular da agência´, da qual também participaram Gleidson Medrado (PSD), Fábio Luiz (PRB), Anastácio Assis (PCdoB), Jean Gomes (PT) e o presidente Alex Tanuri (PSL).

Domingão, que também perdeu seu filho vítima de afogamento em outubro de 2016 no mesmo local, prestou solidariedade aos pais da jovem, que era moradora do Bairro Antonio Guilhermino.

Audiência

Durante a reunião foi agendada uma audiência para esta quinta-feira (8), às 10h, na própria Agência, com representantes da Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes de Juazeiro (CSTT), Secretaria de Meio Ambiente e Ordem Pública, Câmara Municipal de Juazeiro, Agência Fluvial de Juazeiro, 9º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM) e Secretaria Municipal de Turismo.

Jovem de 18 anos é mais uma vítima de afogamento em Juazeiro

Uma jovem de 18 anos anos é a vítima mais recente de afogamento no Rio São Francisco, em Juazeiro (BA). O fato correu na tarde de ontem (5), entre o local conhecido como ‘prainha’, na Orla Dois, nos fundos da Agência Fluvial, e as bombas de captação de água do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE).

Segundo informações do 9º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM), a vítima foi Edna Luana Santana. Ela morava no Bairro Antonio Guilhermino. A jovem tomava banho no local acompanhada do namorado. O corpo foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Apesar das orientações dos bombeiros, os casos de afogamento têm sido frequentes nesse trecho do rio. (foto/arquivo Blog)

Dia Mundial do Meio Ambiente: O Rio São Francisco precisa sobreviver

‘Velho Chico’ recebe 20 mil alevinos no Dia Mundial do Meio Ambiente

A Prefeitura de Petrolina e a 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São  Francisco e do Parnaíba) promoveram, nesta segunda-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, uma ação para garantir mais vida ao principal cartão postal da Capital do Sertão. O ‘Velho Chico’ recebeu 20 mil alevinos da espécie nativa piau. A iniciativa faz parte do projeto ‘Orla Nossa’ – iniciativa da Prefeitura que tem realizado uma série de atividades, desde março, para a revitalização do rio.

Participaram do ato o prefeito Miguel Coelho, o superintendente da Codevasf, Aurivalter Cordeiro, técnicos da Companhia, pescadores da região e alunos da escolas públicas do município. “O rio estava doente, com nível crítico de poluição e tomado por baronesas. Hoje, essa realidade está mudando, mas é necessário continuar defendendo o nosso Velho Chico. Contamos com parcerias e com a sociedade para essa tarefa de preservação diário do rio”, contou Miguel.

Antes do início do Orla Nossa, o rio, no trecho margeado por Petrolina, estava tomado por mais de 4 mil toneladas de baronesas. Os técnicos da Prefeitura e Codevasf constataram um nível crítico de oxigênio, pH, salinidade entre outros indicadores. Com o fechamento de parte das ligações clandestinas de esgoto e remoção de mais de 1 mil toneladas de baronesa, os índices tiveram melhoria significativa. A oxigenação do rio subiu 500%, saindo 1,0 mg/L para 8,1 mg/L. Os indicadores de pH, salinidade, turbidez e transparência também melhoraram.

Com o avanço da qualidade da água, foi possível dar início a nova etapa do projeto, que é o repovoamento com os peixes. “Ainda não é o momento de comemorar, mas de conscientizar. Com o nível de oxigênio melhor, pudemos fazer esse peixamento e dar um grande passo para revitalizar nosso rio“, ressaltou Victor Flores, gerente de Projetos da Agência Municipal de Meio Ambiente. O projeto Orla Nossa é encabeçado pela Prefeitura de Petrolina e envolve ainda o IF Sertão-PE, Exército Brasileiro, Compesa e Codevasf. As ações permanecem durante o ano, com a retirada das baronesas, fechamento de ligações de esgoto e o processo de oxigenação das águas do Velho Chico. (Foto: Ascom PMP)

Petrolina fará peixamento simbólico do Rio São Francisco no Dia Mundial do Meio Ambiente

Uma programação especial e que segue como mais uma etapa na ação de preservação do Rio São Francisco iniciada pela Prefeitura de Petrolina, por meio da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), ocorrerá na próxima segunda-feira, 5, Dia Mundial do Meio Ambiente.

Realizado em parceria com a Companhia de Desenvolvimentos dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o peixamento  simbólico terá início às 9h. Serão 20 mil alevinos da espécie Piau verdadeiro.

A atividade será realizada na margem do rio, próximo ao Círculo Militar, orla de Petrolina, no Centro da cidade, e faz parte do projeto ‘Orla Nossa’ que pretende conscientizar as futuras gerações sobre o resgate da fauna e da flora da região.

Interligação das Bacias do Tocantins e São Francisco será pauta de reunião entre Gonzaga e ministro Helder Barbalho

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) terá uma reunião, na próxima terça-feira (5) em Brasília (DF) com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. Na pauta, o percurso da interligação das bacias dos Rios Tocantins e São Francisco. O anúncio foi feito em pronunciamento na tribuna da Câmara, nesta quinta-feira (1º).

Em meu Projeto de Lei nº 6569/13 eu estabeleci um trajeto econômico, mas que pode se tornar oneroso no Estado de Tocantins, com a necessidade de construção de canais e elevatórias. Mas há outros cinco trajetos em discussão, que serão avaliados com a empresa responsável pela obra e com o ministro Helder Barbalho”, explicou o parlamentar.

Mais de R$ 600 milhões já estão garantidos no orçamento da união para iniciar a obra. Sobre o apoio da Bancada do Nordeste no Congresso ao projeto, Gonzaga diz ter o apoio inclusive dos políticos do Tocantins. “Todos são a favor, inclusive os líderes de todos os Estados que serão beneficiados, como Ceará e Rio Grande do Norte”, revelou o socialista. As informações são da assessoria parlamentar. (Foto/divulgação)

Corpo de mulher é encontrado preso em baronesas no Rio São Francisco em Petrolina

O corpo de uma mulher foi encontrado no final da tarde de ontem (31/05) às margens do Rio São Francisco, próximo à Marina do Iate Clube, em Petrolina. Segundo o 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), não foi possível identificar a vítima devido ao estado de decomposição em que ela se encontrava.

Ainda segundo o 5º BPM, o cadáver estava boiando, preso às baronesas. O Instituto de Medicina Legal (IML) fez o recolhimento do corpo e o fato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil (DPC), para o prosseguimento das investigações. A foto foi encaminhada ao WhatsApp do Blog.

Após morte de filho por afogamento, vereador de Juazeiro quer melhorias na segurança em áreas de banho

Após a morte do filho no mês de outubro do ano passado, vítima de afogamento na ‘Prainha’, Orla Nova de Juazeiro (BA), o vereador Domingão da Aliança (PRTB) é mais um que quer melhorias na segurança em áreas de banho da cidade.

Já foram registrados três afogamentos no Rio São Francisco em maio, sendo que o último ocorreu no domingo (28). A vítima foi um jovem de 20 anos, morador de Araripina (PE), no Sertão do Araripe, que tinha vindo visitar parentes na região.

“Mais um jovem perdeu sua vida na Prainha”, lamentou Domingão, na sessão ordinária de segunda-feira (29). O vereador solicitou aos colegas que, juntos, cobrassem das autoridades segurança na área. “Devemos buscar os responsáveis e cobrar segurança na área com a colocação de guarda-vidas”, afirmou.

Embarcação que promete passeios e festas no Velho Chico entrará em funcionamento em setembro em Juazeiro

Anunciada no início de 2016 em Juazeiro (BA), a Barca “Bossa Nova” – embarcação que promete passeios e festas regados a muita música no Rio São Francisco – está ficando pronta. O projeto partiu dos idealizadores do Vapor do Vinho, resgatando uma antiga proposta de Maurício Dias Cordeiro, o ‘Mauriçola’, na época em que este dirigiu a Valetur.

Com capacidade para 300 pessoas, a barca começará a funcionar no próximo mês de setembro. Pelos menos foi o que informou Mauriçola, em seu perfil no Facebook. “Vem aí a super barca ‘Bossa Nova'”, passeios e festas no São Francisco. Capacidade para 300 pessoas, com segurança”, garantiu. (foto/reprodução)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br