Motoristas desobedecem sinalização e usam lombada como retorno na Orla II

Uma denúncia que chegou ao Blog mostra motoristas que transitam pela Avenida Cardoso de Sá, na Orla II, Centro de Petrolina, burlando as leis de trânsito.

Os condutores aproveitam uma lombada construída em frente a uma pizzaria e fazem o retorno, passando por cima do canteiro central, indo embora sem a minima cerimônia.  Isso serve de alerta para a AMPLLA (Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina) reforçar a fiscalização na área.

Orla II de Petrolina recebe rede coletora para impedir contaminação das águas do Rio São Francisco

Um dos mais importantes cartões-postais de Petrolina, a Orla II (na Avenida José Theodomiro de Araújo) ganhará uma rede coletora para evitar o lançamento irregular de esgoto nas águas do Rio São Francisco. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) deu início aos trabalhos nesta segunda-feira. A intervenção vai atender dois estabelecimentos comerciais que não possuem rede coletora e utilizam fossas sépticas como destino final de seus efluentes. A Compesa investe R$ 70 mil na obra, que deve ser concluída no dia 19 deste mês.

Com essa intervenção iremos impedir que essas fossas contaminem o São Francisco, tendo em vista que os estabelecimentos estão localizados às margens do rio”, informou o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, João Raphael de Queiroz. Uma equipe de dez profissionais e máquinas foi mobilizada para fazer a implantação de 250 metros de tubulações na Orla II.

Após a finalização da obra, o esgoto produzido pelos estabelecimentos será destinado à Estação Elevatória Centro e de lá, será transportado até a Estação de Tratamento de Esgoto, que fica localizada na Pedra do Bode. Para realizar os serviços, só será necessário interditar parcialmente a Avenida José Theodomiro de Araújo – que possui duas faixas – entre os dias 17 e 19 de abril.

Homens acusados de roubo são presos na Orla de Petrolina

Uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) de Petrolina prendeu dois elementos, no final da tarde de ontem (2), na Orla II da cidade. Tomé dos Anjos Gomes, de 33 anos, e Igor Barreto dos Santos, de 26, são acusados de roubo.

A denúncia foi feita à GCM por um homem, que se declarou vítima dos suspeitos. Ele contou aos guardas que foi abordado por dois desconhecidos, que levaram uma bolsa de costas depois de ameaçá-lo com uma faca tipo peixeira.

Após diligência que contou com o reforço do Grupamento Tático Motorizado (GTM), Tomé e Igor foram localizados e presos. Em seguida a dupla foi conduzida à Delegacia da Polícia Civil (DPC) do Bairro Ouro Preto. (fonte: Ascom PMP)

Evento gospel em Juazeiro renderá homenagens à menina Beatriz

A edição 2017 do “Projeto Tô na Paz”, que será realizado no dia 9 de fevereiro, um dia antes do Carnaval da cidade, renderá homenagens à menina Beatriz Angélica Mota, assassinada no Colégio Auxiliadora, em Petrolina, há mais de um ano.

O evento acontecerá na Orla II e contará com vários cantores e bandas, entre eles Marinez de Jesus (ex-integrante da Reflexu’s); Bruno Reyner, Banda Trovão de Deus, entre outras. Os pais de Beatriz, Sandro Romilton e Lúcia Mota, já confirmaram presença. O evento terá início às 18h. A entrada é gratuita.

Leitora cobra esclarecimento da prefeitura de Petrolina sobre mudança em local de parque infantil na Orla II

parquinho-orla-2-petrolina

Em e-mail enviado a este Blog, a leitora Bárbara Leite questiona a gestão municipal sobre a mudança de local de um parquinho infantil na Orla II. De acordo com ela, o novo espaço não é apropriado para as crianças.

Acompanhem:

Quero um esclarecimento da prefeitura sobre a mudança radical do parque instalado na Orla II. O mesmo, que antes ficava na parte calçada e bem iluminada, proporcionando segurança aos pais que trazem suas crianças aqui, agora está amontoado num pequeno espaço de areia e pedra.

Os brinquedos estão instalados muito próximo um do outro e, por cima, próximo ao acesso da saída da cozinha do Bêra d’Água, contendo duas áreas de produtos inflamáveis. Tem em torno de 15 dias essa mudança, afastando assim a população infantil do local.

Bárbara Leite/Leitora

Prédio da extinta Franave continua servindo de ponto para usuários de drogas na Orla II de Juazeiro

franave-orla-juazeiro2A sede da extinta Companhia de Navegação do São Francisco (Franave), localizada na Orla II de Juazeiro (BA), continua servindo de ponto para usuários de drogas e moradores de rua. O local, que segundo informações, seria para construção do prédio da Justiça Federal, está entregue ao abandono.

Quem pratica caminhada e outros exercícios físicos próximo ao prédio, não esconde o medo. E não é para menos. Informações dão conta de que até estupros já foram registrados no local. A área está mais “segura” hoje em dia por conta da sede da Rondesp (Rondas Especiais da Polícia Militar), que fica próximo ao prédio. Lamentável. (foto/Google Street View)

Lixo e entulhos em terreno baldio continuam aborrecendo moradores da Orla II de Petrolina

pneus-terreno-orla

A área é nobre, mas o cenário não é nada agradável. Na Rua do Trabalho, Orla II de Petrolina, os moradores de um prédio estão aborrecidos com o desrespeito de algumas pessoas, que continuam jogando lixo e entulhos num terreno ao lado do edifício. O problema é antigo e, segundo uma moradora, o terreno foi limpo recentemente pela prefeitura. Ela chama atenção para os pneus depositados no local – ambiente perfeito para o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Estou encaminhando esta foto com esse descaso localizado ao lado do meu prédio,  o Bosque do Rio, na Orla II, em frente ao Barretu’s. O terreno foi limpo há alguns dias e a população, totalmente desprovida de bom senso, realiza um ato deste. Choveu recentemente e isso se reverte com certeza num grande criadouro do Aedes aegypti”, lamenta. Como bem disse a leitora, falta bom senso. Mas falta, também, uma punição maior para quem pratica esse tipo de ato. Com a palavra, as autoridades. (foto/divulgação)

Estudante questiona utilização de espaço público para show privado em Juazeiro

orla-dois

A estudante de Direito, Lorrane Amorim, faz um questionamento pertinente a este Blog sobre a realização de um show privado numa área pública na Orla II de Juazeiro (BA). Ela indaga sobre a atuação da prefeitura e o Ministério Público em relação ao assunto.

Acompanhem:

Gostaria de utilizar o espaço do seu Blog para fazer um questionamento. Por que o evento “O Encontro”, que está marcado para acontecer no dia 03 de dezembro com os shows dos cantores Pablo, Tayrone e Silvano, acontecerá na Orla de Juazeiro, um local público?

Por que a festa será lá, e não em um local privado, já que a festa é privada? será que a prefeitura ou o Ministério Público não estão vendo isso? ou os empresários estão começando a cobrar o apoio ao prefeito eleito e mostrando como será feita a gestão do prefeito, utilizando os espaços e bens públicos para favorecer os empresários? Não sou contra o evento, nem contra os empresários, mas as coisas devem ser dentro da lei e a favor do povo.

Lorrane Amorim/Estudante de Direito

(foto/Google Maps)

Confiram os vencedores da 19ª edição do Festival Edésio Santos da Canção

fesc-2016Terminou no sábado (5) a 19ª edição do Festival Edésio Santos da Canção (Fesc), em Juazeiro (BA). As eliminatórias começaram na última sexta (3), no Centro de Cultura João Gilberto. A grande final foi realizada na Orla II. Logo após as apresentações, aconteceu o Encontro de Cantadores, reunindo nomes como Maviael Melo, João Sereno, Maciel Melo e Xangai, além da cantora Juliana Ribeiro.

Os ganhadores foram os seguintes:

Primeiro lugar: “Nordestinias”, de Euri Mania (Juazeiro-BA) – R$ 10 mil, mais troféu;

Segundo lugar: “Calmaria da Noite” – de Manuca Almeida e Silas França (Juazeiro-BA) – R$ 8 mil, mais troféu;

Terceiro lugar: “Redemoinhos”, de Zebeto Corrêa (Belo Horizonte-MG) – R$ 6 mil, mais troféu;

Melhor intérprete: Andréa Vitoria (Petrolina-PE), com a canção “Calmaria da Noite” – R$ 3 mil, mais troféu;

Melhor música local: “Meu Deus, Ai que Dó”, de  Sérgio Murilo (Juazeiro-BA) – R$ 5 mil, mais troféu;

Prêmio júri popular: “Nordestinias”, de Euri Mania (Juazeiro-BA) – R$ 1 mil, mais troféu.

Foco de incêndio volta a ser registrado na Orla II de Petrolina e incomoda moradores

foco-de-incendio-orla-dois-petrolina

Os moradores da Orla II de Petrolina continuam reclamando da fumaça provocada por incêndios nas margens do velho Chico. O último foi registrado na tarde de hoje (3), na vegetação que fica à beira do rio. Através do WhatsApp do Blog, uma leitora relatou o fato e disse que a fumaça “é insuportável”.

Não é de hoje que este tipo de incidente causa revolta nos moradores da Orla II. Parte da mata ciliar do local já foi destruída. O Corpo de Bombeiros já informou que muitos desses incêndios são criminosos. Nesta época do ano, é ainda mais fácil a vegetação da área pegar fogo, pois está seca.

Após alguns incêndios no ano passado no local, a Agência do meio Ambiente (AMA) oficiou à delegacia da Polícia Federal em Juazeiro (BA), suporte para investigação desta prática em Área de Proteção Permanente (APP). À época, o órgão municipal ambiental também informou que iria solicitar o apoio do Ministério Público Federal (MPF). O fato é que até o momento nada foi feito e a comunidade continua cobrando providências. O que é de direito.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br