HU de Petrolina apresenta balanço de 2016

O Hospital Universitário de Petrolina, vinculado à Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), divulgou seus números do ano passado com o objetivo de compartilhar os resultados setoriais do Planejamento Estratégico da unidade em 2016. O balanço foi feito durante uma série de apresentações iniciada na quarta, 25, e concluída ontem, dia 26, no auditório da biblioteca da instituição, campi Petrolina.

Seguindo as orientações da Unidade de Planejamento do hospital, cada setor estabeleceu metas e ações estratégicas que deveriam ser desenvolvidas no decorrer do ano. Os indicadores gerados pelos departamentos foram monitorados pela Unidade, que gerou um relatório final demonstrando o desempenho do HU em diversas áreas e ainda faz um comparativo com os índices de 2015.

“O evento é uma oportunidade para que cada chefe mostre o que está indo bem e o que precisa de aperfeiçoamento no HU. O ano de 2016 foi um ano difícil, mas também apresentou bons resultados. Aumentamos o número de atendimentos e no mês de dezembro conseguimos alguns recordes no número de cirurgias realizadas”, explicou o chefe da Unidade de Planejamento, Thiago Amaral.

O reitor da Univasf, Julianeli Tolentino, esteve presente no evento junto com o superintendente do HU, Ronald Mendes, gerentes e colaboradores do hospital. O reitor avaliou de forma positiva a iniciativa de compartilhar com toda a equipe os dados de cada departamento, e ainda demonstrou grande satisfação em constatar a evolução da unidade de saúde a partir da parceria entre a universidade e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Os números do HU são reflexos da alta demanda que o hospital recebe dos 53 municípios que atende, somados aos investimentos em recursos humanos, aquisição de equipamentos e melhorias na infraestrutura que potencializaram os serviços oferecidos.

Os números são os seguintes:

Cirurgias: 4.572

Exames realizados pelo laboratório: 175.432

Atendimentos realizados pelo Serviço Social: 15.207

Números de alunos em atividades práticas (até novembro de 2016): 2.621

(Fonte/foto: Ascom HU)

Dormentes: Vice-prefeita pede intervenção do senador FBC junto a Ministério para liberação de leitos no HU a pacientes do município

Durante a visita do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) ontem (19) a Dormentes (PE), no Sertão do São Francisco, as demandas ao socialista não ficaram reservadas apenas ao prefeito Geomarco Coelho (PSB). A vice Josimara Cavalcanti (PTB) também fez sua cobrança.

Ela pediu a FBC que o senador interceda junto ao Ministério da Saúde para conseguir a liberação dos leitos de retaguarda no Hospital Universitário (HU) em Petrolina, que vão proporcionar maior comodidade aos pacientes do Hospital de Dormentes.

Parceria entre Prefeitura de Dormentes e HU é discutida em reunião

O prefeito de Dormentes (PE), no Sertão do São Francisco, Geomarco Coelho (PSB), juntamente com a presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Rosarinha (PSB), esteve no Hospital Universitário (HU), em Petrolina, ontem (18), para tratar de parcerias.

Em reunião com a direção da unidade de saúde, eles falaram sobre as dificuldades enfrentadas pelo hospital, bem como discutiram uma maneira de o município contribuir com o HU.

Geomarco se comprometeu em conversar com outros gestores da região para tentar ajudar nas demandas financeiras do HU, que não estaria recebendo contribuição de outras cidades que enviam pacientes para tratamento na unidade.

Hospital Universitário promove campanha de doação de livros

O Hospital Universitário (HU) de Petrolina lançou uma campanha de doação de livros da linha infanto-juvenil. O objetivo é utilizar as publicações em ações terapêuticas da unidade. A feira de doação de livros do HU acontece este mês e se estende até fevereiro.

Podem ser doados livros paradidáticos novos ou usados, que enriquecerão o acervo da bibliotecaerapêutica e assim servirem como instrumento para tratamento dos pacientes do hospital. A iniciativa é parte de um programa de extensão promovida pelo HU. A biblioterapia, através da literatura, colabora com o tratamento dos pacientes proporcionando lazer e aliviando as tensões causadas pelo período de internamento.

Os familiares também participarão da terapia, já que também são afetados pelas condições do ambiente hospitalar. Os livros podem ser entregues na recepção de funcionários do HU-Univasf de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 12h.

 

 

Mutirão de combate ao câncer de pele acontecerá em Petrolina

cancerde-peeleO Dia ‘C’ de Combate ao Câncer de Pele é uma ação realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), que oferece consultas ambulatoriais gratuitas para pacientes com suspeita da doença. O mutirão acontecerá no dia 26 de novembro (sábado), das 9h às 15h, no Hospital Universitário (HU) de Petrolina.

A SBD estabeleceu o Dia ‘C’ no ano de 2012. Anualmente, o projeto atende uma média de 30 mil pessoas por todo o país. Em Petrolina, o evento vem sendo organizado pela médica dermatologista do HU, Paulyane Ramos, e contará com a colaboração de outros dermatologistas e de residentes e estudantes de medicina da Univasf. Todos trabalharão de forma voluntária.

Quem teve algum tipo de lesão ou mancha suspeita na pele deverá procurar o ambulatório do HU/Univasf no dia do mutirão para passar pela avaliação dos profissionais. Não é necessário marcar antecipadamente a consulta. “O melanoma costuma se manifestar através de manchas ou pintas, com bordas irregulares, que mudam de cor ou tamanho e que podem sangrar. Já em relação aos outros tipos câncer de pele, são sempre lesões que não cicatrizam, muito mais comuns na face. De repente, surge aquela lesão que começa a sangrar espontaneamente. Quem apresentar sinais com essas características deve procurar um médico”, explicou a dermatologista Paulyane Ramos.

Segundo ela, na maioria dos casos o procedimento cirúrgico é o tratamento mais indicado. Durante o mutirão, serão identificados pacientes que precisam passar por cirurgias as quais devem ocorrer posteriormente, no próprio HU. Os demais casos serão encaminhados para as unidades de saúde referência em oncologia.

Ação inédita em Petrolina realiza reconstituição de mama em pacientes no HU

cirurgia-reocnstrucao-de-mama-hu

Numa ação inédita na região, um grupo de mulheres passará, até a tarde de hoje (29), por reconstituição de mama no Hospital Universitário (HU) de Petrolina. Organizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária está atendendo cinco pacientes que tiveram câncer de mama e precisaram fazer a mastectomia (remoção).

O mutirão é realizado pela primeira vez em Petrolina, graças ao empenho e trabalho dos cirurgiões plásticos do HU. Os profissionais pensaram em facilitar o acesso das pacientes às cirurgias, já que estes procedimentos não são oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na região. As cirurgias começaram a ser realizadas na terça-feira (25), com a ajuda de alguns cirurgiões voluntários.

De acordo com a equipe que está realizando as cirurgias, as pacientes continuarão sendo acompanhadas através do ambulatório do hospital. Todas ainda passarão por novos procedimentos cirúrgicos complementares. A reconstrução da mama é importante, pois proporciona melhorias significativas na qualidade de vida e na autoestima dessas mulheres. (foto/divulgação)

Jovem de Cabrobó internada no HU não vai mais ser transferida para hospital particular, mas família ainda necessita de ajuda financeira

jovem-internada-huOs familiares da jovem cabroboense Vitória Camila Ferreira dos Santos, conhecida popularmente como “Bebê”, de 16 anos, internada em estado grave no Hospital Universitário (HU), em Petrolina, informaram que não vão mais transferi-la para uma unidade de saúde particular, mas ainda precisam de ajuda financeira para as despesas. De acordo com os familiares, a adolescente está internada após sofrer um grave acidente de moto.

Resolvemos que não iremos mais fazer a transferência, então a ajuda agora será para a as despesas médicas, de transportes e alimentação na cidade de Petrolina”, dizem, em e-mail encaminhado a este Blog.

Quem deseja fazer doações pode entrar em contato com os familiares da jovem, através dos telefones (87) 99614-2150 – Vilma; (87) 99142-4632 – Dilma; e (87) 9992-12316 – Tayse. A família ainda disponibilizou uma conta para que sejam feitos depósitos bancários de qualquer quantia:

Agência: 3.491

Operação 013

Conta: 00013715-5

Conta Poupança

Tayse Nayara F. Magalhaes – Banco: Caixa

HU alerta pacientes e familiares para golpes aplicados por estelionatários

hutA direção do Hospital Universitário (HU) em Petrolina vem fazendo um alerta sobre os inúmeros casos, nos últimos meses, de golpes aplicados em familiares e amigos de pacientes em unidades médicas de todo o país.

Geralmente, os golpistas entram em contato com as vítimas através do telefone e se identificam como médicos ou enfermeiros do hospital, e comunicam que o paciente precisa passar por algum tipo de procedimento cirúrgico ou que necessita de exames e medicamentos que não são oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os golpistas, então, informam o número de uma conta bancária, na qual deverá ser feito o depósito para o pagamento do serviço.

Ocorrências dessa natureza não foram registradas no HU, mas pensando em garantir a segurança de seus pacientes e familiares, o hospital se antecipa e chama a atenção para esse estelionato. “O HU-Univasf ressalta que todos, absolutamente todos, os serviços oferecidos são custeados pelo SUS. Portanto, não cobra qualquer quantia em dinheiro de seus usuários”, afirma a direção.

O hospital esclarece, ainda, que não fornece qualquer tipo de informação sobre seus pacientes através de contato telefônico, mesmo que seja o familiar mais próximo do paciente. “O setor de Ouvidoria do HU-Univasf está à disposição para receber denúncias, reclamações e oferecer orientações a todos que utilizam os serviços do hospital”, enfatiza a nota.

Assalto a joalheria termina com segurança baleado no Centro de Petrolina

assalto-joalheria-petrolina

Um assalto a uma joalheria no Centro de Petrolina terminou com um segurança baleado na manhã deste sábado (24). Segundo informações do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), dois homens armados entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Durante a ação, funcionários e o segurança foram amarrados. (mais…)

Petrolina realizará 2º Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária

diagnóstico câncer de mamaCirurgiões plásticos do Hospital Universitário (HU) em Petrolina estão organizando de forma voluntária, em parceria com outros profissionais da região, o 2º Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária. Esta será a primeira vez que a cidade receberá o evento. O primeiro mutirão aconteceu em 2012 e beneficiou mais de 500 mulheres.

Este ano, o evento acontecerá entre os dias 24 e 29 de outubro, mês dedicado à prevenção e ao combate ao câncer de mama.

As mulheres interessadas em se submeter ao procedimento cirúrgico devem procurar o ambulatório do HU-Univasf no próximo dia 23 (sexta-feira) para passarem por uma avaliação e seleção. “Analisaremos as pacientes do ponto de vista clínico. Elas precisam estar com a doença controlada e liberadas pelo oncologista. Também estamos aguardando a informação de quantas próteses serão liberadas para a cidade para definirmos o número exato de procedimentos a serem realizados”, explicou o cirurgião plástico Rafael Barreto.

Ele ressalta ainda o impacto positivo que a cirurgia reparadora causa na vida das pacientes. “A qualidade de vida da mulher muda completamente em termos de autoestima e de aceitação. Muda a relação com o parceiro, com o trabalho e na vida social, de forma geral. Para a mulher, a mama representa a feminilidade. A questão estética é muito importante e extremamente benéfica”, afirmou.

Dados

O câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. Em 2015 foram registrados mais de 50 mil casos por todo o país. Segundo informações do Sistema Único de Saúde (SUS), cerca de 63,5 mil mulheres fizeram cirurgia de remoção dos seios para tratamento da doença nos últimos cinco anos. O SUS disponibiliza a cirurgia de reconstrução da mama, mas devido a desinformação e a dificuldade de acesso às unidades de saúde que disponibilizam este serviço, muitas mulheres não se submetem a esta cirurgia. Pensando em contribuir com a qualidade de vida e auto estima dessas mulheres, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) idealizou e vem realizando os mutirões em todo o país.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br