Seminário de Educação Universitária acontece em Juazeiro até quarta-feira

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) promove de hoje (17) até quarta-feira (19) o Seminário de Educação Universitária (SEU), no Complexo Multieventos do Campus Juazeiro (BA). O evento tem como tema central “Nas Fronteiras do Futuro – Os Caminhos do Ensino Universitário” e reunirá professores e técnicos das Instituições de Ensino Superior (IESs) do Vale do São Francisco.

O evento terá como palestrantes convidados o professor e escritor Leonardo Boff; o presidente da Fundação Brasil Meu Amor, Jean Obry; o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar Monteiro de Almeida Filho; o professor da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Juracy Marques; e o professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Jacyntho José Lins Brandão, além da professora de Ciências Sociais e pró-reitora de Extensão da Univasf, Lucia Marisy, que irá proferir a palestra de abertura do seminário. A solenidade de abertura será realizada hoje, a partir das 19h.

A programação consistirá de palestras, mesas redondas e oficinas. A programação detalhada está disponível no site do SEU. O Seminário tem a parceria da Fundação Brasil Meu Amor, HU-Univasf, Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), Instituto Federal da Bahia (IFBA), Universidade de Pernambuco (UPE), Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Secretarias de Educação de Petrolina e Juazeiro.

Leonardo Boff

Amanhã (18), a partir das 18h, será realizada uma roda de conversa com a participação de Leonardo Boff e Jean Obry. Intitulado “Jovens: o futuro do nosso país”, o debate será direcionado aos estudantes da região.

Audiência pública na Câmara dos Deputados discutirá impactos da reforma da Previdência na educação

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados vai promover audiência pública no próximo dia 27 de abril para discutir os impactos da Reforma da Previdência na educação brasileira. De acordo com o deputado Leo de Brito (PT-AC), um dos autores do requerimento de audiência, a preocupação é com as mudanças nas aposentadorias dos professores e demais servidores da Educação e até com a aposentadoria dos alunos.

O parlamentar afirma que a reforma pode estimular a evasão escolar porque exige mais tempo de contribuição dos trabalhadores.

Em relação aos professores, o deputado defende a manutenção das regras atuais: “É uma situação muito ruim para os professores da educação básica, que são mal remunerados, que estão em um ambiente de trabalho muitas vezes insalubre, e lidam com crianças e adolescentes e os conflitos que existem na escola”.

“Sem falar na regra de transição que foi proposta, que na verdade não é transição. Pode ter situações em que pessoas da mesma idade; algumas se aposentem com mais três anos de trabalho e outras terão que passar 20 anos com as atuais regras de transição“, acrescentou Léo de Brito.

Mudanças

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), tem afirmado, porém, que serão feitas mudanças na proposta do governo em relação às aposentadorias especiais, entre elas as dos professores, e nas regras de transição. O governo já havia anunciado que os professores das redes estaduais e municipais não serão atingidos pela reforma porque estarão sujeitos a reformas locais. As mudanças também atingem os servidores públicos federais de educação, o que alteraria a estrutura das Instituições de Ensino Superior. (Fonte: Agência Câmara)

Projeto da Secretaria de Educação de Petrolina vai implantar hortas em escolas da rede municipal

A Escola Governador Miguel Arraes de Alencar, pertencente à rede municipal de Petrolina, foi a primeira a receber no início da semana que passou o Projeto ‘Horta: Saúde a Saber’. Idealizado pela Secretaria de Educação, o projeto pretender difundir ações de cunho ambiental entre os alunos.

De acordo com a equipe pedagógica do projeto, o objetivo é fazer do espaço um ‘laboratório vivo’ e uma sala interdisciplinar, onde será trabalhada uma diversidade de temas, potencializando o aprendizado dos alunos – com destaque para a produção e consumo de alimentos naturais, a culinária, troca de conhecimentos, entre outros.

Para a gestora da escola, Maria Gorete, a ideia é auxiliar na mudança dos hábitos alimentares das crianças. “Percebemos, na hora da merenda, que os alunos tinham dificuldades em consumir as hortaliças. Por isso, pensamos nesse projeto para conscientizar e inserir no dia a dia das crianças hábitos saudáveis na alimentação”, conta.

A professora do 4º ano, Kátia leite, explica que a horta também será um instrumento em favor da comunidade escolar. “Vamos disponibilizar as sementes para que os alunos e seus pais possam plantar em suas casas e estender os novos hábitos para a mesa da família“, pontua.

Secretário

O evento contou com a participação do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Agrário, Zé Batista da Gama, responsável pela implantação de hortas comunitárias na cidade desde o final dos anos 90. Ele falou sobre a importância dos alimentos, os benefícios das hortaliças na saúde e o cuidado que se dever ter com o solo. Zé Batista se comprometeu em colaborar com o desenvolvimento desse projeto na escola com as orientações técnicas, nutricionais e equipamentos, e informou estar à disposição para ampliar a ação em outras escolas da rede.  (Fonte/foto: Ascom PMP/divulgação)

Fique com a gente

Projeto cultural que levar atividades de música a teatro para alunos da rede municipal de Juazeiro

Uma iniciativa idealizada pela Secretaria de Educação e Juventude (Seduc) de Juazeiro (BA) quer incentivar o contato, entre os alunos da rede municipal, com as diversas manifestações artísticas e contribuir para o bom desempenho das crianças, fazendo-as elevar os índices de aprendizagem. Estes são os principais objetivos do projeto ‘Arte e Cultura’, que será oferecido para os alunos da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro.

O projeto contará com a parceria e experiência do artista juazeirense Alan Cleber. Segundo a titular da Pasta, isso só reforça a importância da iniciativa. “A proposta é estimular os alunos a descobrir qual a manifestação artística que eles se identificam e oferecer oficinas para que possam aprender com os monitores, atividades de música, dança e teatro durante todo o ano, no contra turno. A ideia é que no final do ano, a Seduc reúna os alunos da rede que participam do projeto, para se apresentar no Festival de Artes“, explicou.

Otimista quanto aos resultados desse trabalho, Alan Cleber agradeceu a Seduc pela parceria, durante reunião realizada na última quarta-feira (12). “É um privilégio poder trabalhar com crianças e adolescentes das escolas municipais com a música, o teatro e a dança. Vamos descobrir muitos talentos escondidos com as atividades que serão desenvolvidas, e o melhor, vamos mostrar o resultado deste projeto durante eventos institucionais e no Festival de Artes, no final do ano“, ressaltou o artista.

Também participaram da reunião a assessora Mary Adriana; as superintendentes de Gestão, Renata Araújo; e Pedagógica, Denise Farias; e a diretora Jeane Chaves. (foto/Ascom PMJ divulgação)

Comissão de Educação da Câmara de Petrolina cobra reforma em escola e creche no bairro São Gonçalo

Ambiente sem ventilação, salas pequenas e superlotadas, instalações inadequadas. As constatações foram dos membros da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores de Petrolina, composta por Cristina Costa, Gaturiano Cigano, Gabriel Menezes e Ruy Wanderley. O cenário é da Escola Municipal Dona Leopoldina dos Santos, Anexo II, e da Creche Edith Bezerra, ambas no Bairro São Gonçalo, na zona oeste da cidade.

A convite da Comissão, a secretária municipal de Educação, Maéve Melo, visitou as unidades de ensino e ouviu dos próprios alunos reclamações quanto a calor e falta de estrutura das salas. Maéve foi acompanhada por engenheiros da prefeitura para avaliar os prédios, as possibilidades de construção de novas salas e implantação de ar condicionados. “A nossa sugestão é de ampliação da Escola Dona Leopoldina, o anexo II, com a construção de novas salas de aula”, declarou Cristina Costa, presidente da Comissão de Educação da Câmara. A escola tem 380 alunos, com turmas do primeiro ao quarto ano. Os vereadores acreditam que a reforma do estabelecimento de ensino – com mais salas, forro e ar condicionado – deve ser prioridade para o município.

Outra situação crítica é a da Creche Edith Bezerra, também no São Gonçalo. As salas estão superlotadas, dificultando até mesmo a circulação dos professores para o atendimento individual às crianças. Segundo Cristina, a área da creche é grande, e é possível a construção de novas salas. Relator do Colegiado, o vereador Gaturiano Cigano (PRB) garantiu que as visitas irão continuar, sempre que a Comissão for provocada.

“A Comissão de Educação está atenta a essas demandas que chegam com frequência, para que possamos buscar soluções adequadas. Esse caso das unidades do São Gonçalo é só o começo. Faremos outras visitas”, complementou. A secretária Máeve pediu um tempo para que, com a equipe técnica da Secretaria de Educação do município, avaliar a possibilidade de reforma. Mas ela não deu prazos para a Comissão nesse sentido. (foto/divulgação)

Estudantes de Petrolina têm até hoje para regularizar cartão BIP

Estudantes que ainda não compareceram para o recadastramento por biometria terão até esta quinta-feira (13) para regularizar o seu Cartão BIP. O alerta é do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Vale do São Francisco (Setranvasf)

Para efetuar o recadastramento, que é gratuito, basta comparecer às lojas BIP, localizadas no Centro de Petrolina e no Expresso Cidadão (River Shopping). Os estudantes devem apresentar original de documento de identificação com foto, CPF, comprovante de residência (obrigatoriamente em nome do estudante ou de seus genitores) e declaração do curso emitida pela instituição de ensino ou comprovante de matrícula (contendo curso, duração, grade e horário, assinado e carimbado pela instituição).

Secretaria rescinde contrato de servidor acusado de assediar aluna em escola municipal de Petrolina; Polícia investiga caso

Gerou forte repercussão pelas redes sociais o caso de um servidor da Escola Eliete Araújo, da rede municipal de Petrolina, acusado de assédio sexual a uma aluna de apenas 10 anos. A Secretaria de Educação (Seduc) já se pronunciou sobre o fato.

Em nota enviada ao Blog, a Seduc informou que desde a última sexta-feira (7) o servidor já não faz parte dos quadros da escola. “O professor auxiliar de atendimento pessoal, contratado em 2016, acusado de assediar uma aluna na Escola Eliete Araújo, teve seu contrato rescindido. Seu afastamento foi determinado e sua entrada na unidade escolar foi proibida após solicitação da direção local, por identificar a conduta do colaborador como não condizente com sua função”, afirmou a nota.

A Seduc ressaltou ainda que está prestando toda assistência à criança e à sua família, além de acompanhar o caso, que está sendo investigado pela polícia. O acusado pelo assédio não teve o nome divulgado.

Armando Monteiro garante a reitor apoio para implantação do campus da Univasf em Salgueiro

O senador Armando Monteiro Neto (PTB-PE) assegurou esta semana ao reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Julianeli Tolentino, que irá articular junto ao governo federal e à bancada de Pernambuco no Senado e na Câmara dos Deputados a obtenção dos recursos necessários à implantação do campus de Salgueiro (PE), no Sertão Central, o sexto da Univasf.

O senador petebista acertou com o reitor que irá apresentar requerimento na Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) para incluir a Univasf na audiência pública que a Comissão promoverá para debater a expansão da educação no interior nordestino. Armando ressaltou ser reconfortante assistir ao crescimento de uma universidade, fruto de insistente reivindicação do ex-deputado Osvaldo Coelho (falecido em novembro de 2015). “Devemos sempre este tributo a Osvaldo Coelho, um visionário”, sublinhou.

Aprovado pelo Ministério da Educação, o campus de Salgueiro começará a operar com dois cursos iniciais, de Ciência da Computação e Engenharia da Produção. Com apenas 13 anos de funcionamento, a Univasf, além de Petrolina, tem campi em Juazeiro, Paulo Afonso e Senhor do Bonfim, na Bahia, e em São Raimundo Nonato, no Piauí. O reitor informou a Armando que a instituição tem nota 4 do MEC, numa escala de um a cinco de avaliação da qualidade do ensino, o que coloca a Univasf entre as melhores universidades do país. (foto: Assessoria/divulgação)

Sento Sé qualifica jovens através de cursos bancados pelo Fundo Estadual de Combate à Pobreza

A Prefeitura Municipal de Sento-Sé, no norte baiano, em parceria com o Governo do Estado, promoveu curso profissionalizante de Eletricista de Instalações Prediais, do Programa TRILHA, realizado pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia (Setre). A capacitação contou também com a parceria da Fundação Dr.Renato Machado (Fundarem) e foi executada com recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Funcep).

O curso aconteceu no Colégio Estadual Dr.Juca Sento-Sé e teve duração de 400 horas. A finalidade do curso é qualificar profissionalmente jovens de 16 a 29 anos para atuar na área de construção civil como eletricistas de instalações prediais.

A coordenadora de qualificação profissional, responsável pelo Programa TRILHA, Kadine Santos é encarregada por todo o processo de planejamento, execução, monitoramento das ações, para na conclusão do curso os alunos apresentarem o Trabalho Final de Curso (TFC) para ter direito ao certificado. A equipe local, contratada pela Setre, através de instituição Fundarem, é composta pelo coordenador local, Donato José; a monitora do módulo social, Eulália Santos Rodrigues; o monitor profissional, Aparício Carvalho Santos; a psicopedagoga Givarlene Pacheco; e a pedagoga Givorlania Rocha.

Givorlania Rocha ressaltou a importância do curso para a população local. “Diante da dificuldade de conseguir emprego atualmente, um curso profissionalizante é uma oportunidade e uma chance a mais para os jovens conseguirem um emprego. Nessa formação vimos muitos jovens confiantes com essa nova chance para entrar no mercado de trabalho e aquisição do primeiro emprego”, disse. (foto: Ascom)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br