Paulo Câmara e Compesa acusam Chesf de reduzir vazão de Sobradinho e dificultar abastecimento em Petrolina; Companhia Hidro Elétrica nega

1
Lago de Sobradinho, no norte da Bahia. (Foto: Divulgação)

O governador Paulo Câmara enviou ofício ao presidente da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), Sinval Zaidan Gama, alertando para os riscos de desabastecimento de várias cidades do Vale do São Francisco, principalmente em Petrolina, onde segundo a Compesa, houve redução da vazão da Barragem de Sobradinho, sem aviso prévio, na última sexta-feira (2), obrigado a Companhia a desligar uma das captações do manancial, pertencente ao Sistema Vitória, provocando a falta de água em 35% da cidade de Petrolina, cerca de 80 mil pessoas.

Diante da gravidade da situação, o governador Paulo Câmara alertou a Chesf para a necessidade de manter a vazão liberada pela Barragem de Sobradinho no mesmo nível praticado na maior parte do ano passado, que foi 600 metros cúbicos de água por segundo (m³/s).

O presidente da Compesa, Roberto Tavares também se manifestou. “Antes mesmo de entender a mudança na vazão liberada por Sobradinho, a companhia decidiu executar uma obra para permitir a abertura do canal de aproximação da captação até o rio“, disse. Segundo o presidente, graças a essa ação foi possível normalizar a distribuição de água para as áreas afetadas até a noite de ontem (7).

Resposta

Vale frisar que a Chesf já havia se manifestado sobre esse assunto, na última segunda-feira (5), dizendo que não houve alteração na vazão do reservatório de Sobradinho, no norte da Bahia. De acordo com a Chesf, o lago não teve redução repentina no nível de água do Rio São Francisco, diferente do foi dito numa matéria publicada por este Blog. No entanto, o Blog esclarece que, ao contrário do que diz a Chesf, a informação foi divulgada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), no dia 26 de fevereiro (veja aqui). O espaço está reservado à Chesf novamente, caso queira colocar mais algum esclarecimento.

1 COMENTÁRIO

  1. Segundo o presidente, graças a essa ação foi possível normalizar a distribuição de água para as áreas afetadas até a noite de ontem (7).

    Mentira isso,pois moro no park são Gonçalo e ja tem mais ou menos duas semanas sem água.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome