Wank Medrado denuncia suposta ‘máfia’ na saúde em Juazeiro e afirma que vereadores pagam gorjetas a servidores: “Apadrinhados têm prioridade”

3
Wank Medrado. (Foto: Blog do Carlos Britto)

O advogado e pré-candidato a prefeito de Juazeiro (BA), Wank Medrado, denunciou uma suposta ‘máfia’ no setor de saúde local. Em entrevista ao Programa Carlos Britto, na Rural FM, nesta quarta-feira (25), ele afirmou que existe um “aparelhamento” a serviço de vereadores e lideranças políticas locais, beneficiando seus “apadrinhados”.

Você que não consegue a sua ficha, o seu atendimento, é porque muitas vezes tem um aparelhamento desses órgãos de saúde para que determinado vereador, determinada liderança política, tenha uma cota de senhas para dar aos seus apadrinhados”, assegura.

Wank Medrado diz que existe uma espécie de ‘compra’ de servidores, através do pagamento de “gorjetas”.  “Você que chega lá [nas unidades de saúde] de madrugada para ser atendido e não tem a senha, é porque o vereador fulano, vereador beltrano paga gorjetas para funcionários da saúde, aí eles têm a preferência e você não tem”, afirma Wank. O Blog aguarda um posicionamento da prefeitura sobre a denúncia.

3 COMENTÁRIOS

  1. Se fosse só em Juazeiro seria fácil de resolver,isto é no Brasil todo,passe na câmara municipal em Petrolina, você vai ver o tanto de gente com requisições na mão e nas mesas.

  2. O que Wank diz é verdade sim. Inclusive existem contratados por essas seleções simplificadas sem transparência de certos vereadores em praticamente todas as UBS para dar privilégios na marcação de exames e consultas aos eleitores destes. Quem convive com os servidores de Juazeiro sabe claramente que isso é verdade e prejudica a população e a saúde de Juazeiro. O MP indiretamente permite isso já que não fiscaliza a quantidade de contratos “temporários” e cargos comissionados no município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome