Vitório Rodrigues: Transposição Não!

por Carlos Britto // 30 de janeiro de 2009 às 23:30

Publiquei o LIVRO SÃO FRANCISCO DA TERRA, em junho do ano passado, graças ao empenho do SESC – Petrolina e lá está entre as 247 páginas minha opinião sobre a transposição do rio São Francisco. Fui convidade a participar da eleboração de outro livro que está sendo escrito em Sao Paulo pelo Grupo de Artistas da “EXPEDSÂOFRANCISCO” e já estamos trabalhando na elaboração do capitula que trata desse assunto. Até o momento, já se tem a participação minha, do Dr. Otavio Carvalho da CODEVASF e e do jornalista Fernando Valença da Folha de Pernambuco. Ainda estou aguardando que alguem me convença que esse projeto que prevê levar água para os irmãos de tão distante e deixa os primos de tão perto perecendo com a sede é um bom projeto.

Com todo respeito aos favoráveis, mas eu não conseguir ainda, ser convencido, bem que Fernando Valença tentou numa carta de 5 páginas que escreveu para mim, que será parte integrante do “FRANCISCO” que está sendo escrito. E não tenho nada contra a se levar o precioso liquido para o NE setentrional, com tanto que se respeite os ribeirinhos que vivem a séculos a poucos quilômetros do “Velho Francisco” e ainda não tiveram direito de usufruir dos beneficios que ele oferece. É lamentável.

Vitório Rodrigues: Transposição Não!

  1. ricardobanana disse:

    Vitório é um grande ambientaliasta mas deveria se preoculpar também com as Algarobas que estão invadildo a nossa orla 2 em Petrolina………………………………………………………..

  2. HBS 2009 disse:

    É isto BANANA, gostaria de saber quando é que estás ALGAROBAS da beira do rio (ORLA II) vão ser exterminada, poxa parece até que elas (ALGAROBAS) tem um pacto com os políticos que a quanto tempo estão ali, e é bom BANANA alertar também quanto a fechar o acesso a beira do rio, o que está acontecendo por parte do 72 BI (HOTEL DE TRANSITO) fecharam a passagem que desse para a beira do rio la do lado da pizzaria, mesmo que la embaixo não esteja servindo para nada, mas tem que ser aberto pois é de domínio público e o povo tem direito, observar também que na ORLA II os donos de bares estão se apoderando que calçadas e cercando o acesso ao POVO.

  3. PAULO TEOGENS disse:

    tenho respeito por Vitório, mas acho que ele precisa se aprofudar mas sobre o projeto são francisco, uma grande iniciativa do atual presidente. todos sabemos dos interesses econômico sobre o rio são francisco principalmente os estados de MINAS GERAIS particulamente o norte que mais destruiu as nascentes do são francisco para colocar suas siderugicas em fucionamento e fez muito pouco para protejer a serra da canastra e a BAHIA na questão da irrigação no poló Petrolina/ Juazeiro.precisamos divulgar quanto se consome do rio para irrigação? será se o vale seria beneficiado com os projetos em andamento como: revitalização do rio? saneamento ambiental ? abastecimento de água para rubeirinhos próximo ao rio?se não existisse o projeto de transposição de bacias isso estaria em pauta? quanto custa o carro pipa? em Pernambuco já somos doadores de água para o sertão central e sertão do araripe. precisamos, com responsabilidade social expandir isso para parte do nordeste Brasileiro.

  4. Opara disse:

    Paulo Teogens fala agente como se fosse um genuíno ribeirinho… já está mais que provado que essa obra não vai servir aos sertanejos difusos, mas sim as médias e grandes cidades, e claro ao hidronegócio.

  5. Margarida Lopes de Sá disse:

    Parabéns! O senhor é um guerreiro incansável! Continue lutando contra esse projeto absurdo e imoral. Deus fez a natureza e permitiu que ela fosse sendo esculpida tal como é. Todos sabemos das condições em que o Rio São Francisco se encontra (entre outras coisas, muito assoreado) e o quanto é inviável essa loucura do nosso presidente. Existem enes maneiras de resolver o problema da falta de água e abastecimento dessas pessoas necessitadas. Sabemos também, os vários recursos hídricos permanentes e temporário, que já secaram por causa da ação humana que de forma incoerente em resolver problemas imediatos sem pensar nas consequências futuras. Nós ribeirinhos e demais amantes da natureza estamos do seu lado, do lado certo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.