Vigilância de combate ao novo coronavírus já esteve em 12 bairros de Juazeiro com ações de mapeamento de casos

0

Por meio da Vigilância Covid, a Prefeitura de Juazeiro tem intensificado suas ações voltadas para o mapeamento dos casos positivos do novo coronavírus (Covid-19) nas comunidades. Segundo a Secretaria de Saúde (Sesau), o objetivo é identificar localidades que concentram maior número de casos. Essa medida leva para os bairros profissionais que realizam aferição de temperatura, teste rápido em familiares e vizinhos de casos confirmados, passagem do carro fumacê e limpeza das vias.

Há quase um mês com essas ações, 12 bairros foram visitados pelas equipes. Em junho, pelas barreiras sanitárias, foram realizadas 23.357 aferições de temperatura, sendo que 21 apresentaram temperatura alterada. Até o dia 12 de julho foram realizadas 11.727 aferições e seis pessoas tiveram temperatura alterada. Quando estes casos acontecem, as pessoas são orientadas a buscar a Unidade Básica de Saúde (UBS) para notificação e, após 10 dias, realizar o teste para diagnóstico positivo ou negativo para a Covid-19.

Os bairros atendidos são: Santo Antônio, Maringá, Alagadiço, Alto da Maravilha, Jardim Flórida, Vila Jacaré, São Geraldo, Piranga, Dom Thomaz, Alto da Aliança, Dom José Rodrigues e Itaberaba. Com a testagem rápida de casos confirmados em familiares e vizinhos, as ações já estiveram em oito bairros, onde 257 domicílios foram visitados, sendo realizados 782 testes rápidos com 131 novos casos diagnosticados. Estes dados positivos estão inclusos no boletim diário divulgado pela Sesau.

“O trabalho da Vigilância em Saúde contempla inúmeras ações para contenção do vírus em nossa cidade. Através dessas visitas nas comunidades, conseguimos identificar pessoas com algum sintoma, e assim encaminharmos para a unidade de saúde local”, explicou a superintendente de Vigilância em Saúde, Tatiane Malta. “Através da Atenção Básica, há a visita em domicílio, testagem dos familiares e vizinhos de casos positivos. Outra ação levada para as comunidades é a presença do carro fumacê, que acontece no início da manhã e também no final da tarde. Essa medida se faz necessária para combater o mosquito Aedes aegypti e também as muriçocas. Um pedido que fazemos à população é para se cuidar e, além do uso das máscaras, higienizar as mãos e seguir todas as outras medidas para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Também solicitamos os cuidados com os recipientes que possam acumular água e servir de berço para o mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome