Vídeo Blog: Entrevista exclusiva com o bispo emérito de Petrolina, Dom Paulo Cardoso

3

3 COMENTÁRIOS

  1. A Santa Igreja, sabiamente, jubila seus bispos aos 75 anos, para que depois de combaterem o bom combate, guardem a fé e deixem que seus sucessores sigam a boa obra, pois a Obra de Deus não pára. O bispo émerito, pode estar coberto de razão, mas, deve ter humildade de não macular a boa fama de seus filhos (o clero), ou de seu irmão (bispo sucessor). Nas três décadas em que governou, cometeu algum erro? Todos a sua volta o protegeram, não o expuseram, se não por ele, mas, pela unidade da Igreja. Talvez esteja aí o motivo pelo qual D.Manoel desistiu. Que D.Paulo se arrependa e que N.Sra. Rainha dos Anjos e Sta. Teresinha do Menino Jesus o abençoem no propósito de ver a Igreja acima do apego ao poder. Que Jesus Sacramentado Tenha misericórdia de nós!

  2. Frei Paulo seja humilde como foi seu irmão Dom José Cardoso Sobrinho que ao se tornar emérito deixou a Arquidiocese ser administrada livremente pelo seu sucessor e foi embora servir á Igreja no carmelo de outra forma voltando a ser frade , deixe a diocese caminhar com seu administrador diocesano e colégio de consultores em paz , reze pela diocese , para que chegue o novo bispo , seu tempo passou , tudo passa só Cristo permanece para sempre.

  3. Se o Palácio, como outros prédios, é patrimônio, também, da comunidade como afirma o bispo, o que pensa essa mesma comunidade sobre a situação de descaso e deteriorização progressiva a que foi submetido esse mesmo patrimônio ao longo de décadas no governo do bispo em questão? Porque o bispo não convocou a comunidade a e não fez nenhuma esforço no sentido de restaurar ou preservar o patrimônio que hoje defende como sendo de inestimável valor?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome