Vereadores da Comissão de Saúde visitam UPA de Juazeiro e avaliam instalações

0
Foto: Ascom

Na manhã desta quinta-feira (14) os vereadores da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Juazeiro (BA) realizaram uma visita às instalações da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – que recentemente, por decisão do prefeito Paulo Bonfim, foi transformada em hospital de campanha para atendimento de pacientes portadores do novo coronavírus (Covid-19). Na oportunidade eles conversaram com os profissionais de saúde, avaliaram as condições de trabalho, verificaram os leitos e equipamentos existentes, além da capacidade de atendimento e internação. 

A presidente da Comissão de Saúde, vereadora Neguinha da Santa Casa (MDB), avaliou de forma positiva a visita, instalações e equipamentos, “Na UPA hoje não tem nenhum paciente, mas se chegar algum, a UPA está preparada para receber”[…]“Tem quatro respiradores na sala vermelha, a equipe está toda paramentada”. Ela acrescentou que, mesmo tudo estando de acordo com o que é exigido para o atendimento dos pacientes com Covid-19, a Comissão de Saúde irá semanalmente à UPA “para ver o funcionamento e se vai faltar alguma coisa. Estamo comprometidos com a saúde da população, trabalhando, acompanhando o trabalho do Executivo”, frisou a vereadora.

Também integrante da comissão, Allan Jones disse que continua a discordar da denominação de hospital de campanha para a UPA. Ele avaliou os equipamentos, instalações e pessoal. “A UPA recebeu dois respiradores artificiais, hoje a sala vermelha tem capacidade para receber quatro pacientes de semi-intensiva. As duas enfermarias têm sete leitos e os dois isolamentos podem ser usados”[…]“Existem duas áreas para observação, sendo usada inicialmente uma e nos mostraram salas de paramentação, desparamentação, os kits Covid-19 e os EPIs que estão sendo disponibilizados para os profissionais”, analisou o vereador, que em seguida questionou: “como vai se dar esse fluxo?”. Para ele, “Juazeiro está em zona de conforto, existe um controle razoável da Covid-19 e a população tem contribuído, mas ali [na UPA], não pode ser hospital de campanha pela finalidade da construção. Por que Juazeiro não criou nenhum hospital de campanha?“, indagou Jones, que é médico.

A exemplo de Neguinha da Santa Casa, Allan Jones concorda com a necessidade de acompanhamento, para ver como está sendo o desenrolar do atendimento, se os profissionais estão se contaminando e se a população está sendo atendida dentro das normas de segurança e higiene ocupacionais. Também participaram da visita os vereadores Anastácio e o Pastor Roberto. Acompanharam a comissão na visita o diretor da UPA, o médico Junior Tanuri, enfermeiras e técnicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome