Vereador solta o verbo contra Prefeitura de Juazeiro: “Começam os trabalhos, mas não terminam”

1
Vereador Joseilson Marcelino. (Foto: arquivo/Reprodução/Facebook)

O vereador Joseilson Marcelino (PTB) usou a tribuna da Câmara de Juazeiro (BA), na sessão de ontem (5), para se pronunciar sobre os trabalhos realizados pela prefeitura nos bairros da cidade. Segundo ele, o município começa os serviços, mas não termina. Joseilson aproveitou a oportunidade para solicitar dos colegas o apoio na cobrança das ações.

No meu bairro [Dom José Rodrigues] começam – me desculpem, mas tenho que me pronunciar – e não terminam. Eu acho que a gente precisa levantar um questionamento”, afirmou.  “A gente precisa começar um trabalho no bairro e terminar. Se cada vereador fizer essa cobrança no dia a dia das sessões, tenho para mim que os secretários vão se sensibilizar. A gente chega nas secretarias e é bem atendido, mas os secretários têm colocado dificuldade de maquinário, de pessoas para fazer esse trabalho.

Ao justificar por que ainda não parabenizou nenhum secretário, Marcelino disse que também tem feito a cobrança junto ao prefeito Paulo Bomfim e ao secretário de Governo, Clériston Andrade. “Até hoje, ainda não parabenizei nenhum secretário aqui porque meu bairro ainda não foi contemplado 100% em ações de limpeza, de poda, de tapa-buracos, de várias ações. Eu tenho dito isso no gabinete do prefeito, tenho dito ao secretário de Governo. Ficou para a semana que vem a gente fazer uma agenda para que o Dom José Rodrigues e o Pedro Raimundo sejam contemplados”, salientou.

União

Joseilson ainda convocou os colegas da Casa Aprígio Duarte Filho, para que “cada vereador levante essa bandeira, para a gente melhorar a nossa atuação e a comunidade deixar tanto de cobrar, porque é o vereador quem está próximo da comunidade e ele é cobrado, é ele quem é o representante. A gente cobra do governo, e poucas ações são feitas nesse sentido. Então, eu espero que os 21 vereadores se manifestem dessa forma, para que os trabalhos iniciem e terminem”, concluiu.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome