Vereador Ibamar Fernandes admite que pode voltar à suplência da Casa Plínio Amorim, mas mostra fidelidade canina: “Soldado”

3
Foto: reprodução/arquivo

Admitindo chances reais de voltar à suplência da Casa Plínio Amorim, o vereador Ibamar Fernandes esbanjou confiança de ser aproveitado na equipe do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), após a reformulação administrativa feita pelo gestor. Independente se fica ou não, Ibamar defendeu o grupo do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), ao qual pertence. “Sou um soldado do nosso grupo político”, afirmou ontem (20), após a última sessão plenária de 2018.

Com a volta de Zé Batista, que havia se licenciado do cargo para comandar a Pasta de Desenvolvimento Econômico e Agrário – uma das que foram alteradas por Miguel -, Ibamar se disse “preparado” para ficar novamente ‘na reserva’, por ser o segundo suplente de sua coligação. Até porque ele garantiu que, até o momento, ainda não conversou com ninguém do governo, e vice-versa.

Se Zé Batista voltar, quem sai sou eu. Não sou nenhuma criança. Mas faço parte do grupo há 17 anos. Sou um soldado e espero ser acomodado. Graças a Deus estou muito tranquilo”, avaliou. Dentro dessa rearrumação, no entanto, Ibamar poderá ser mantido como vereador, a depender da articulação de Miguel. “Parece-me que o prefeito chegou de viagem hoje (ontem). Espero que ele tenha essa conversa com Aero (Cruz) e comigo. Cabe a ele essa conversa. Essa é uma prerrogativa dele. Estou pronto para servir mais uma vez, se for convocado”, finalizou.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome