Vereador Elias Jardim recoloca em pauta o K1 dos perímetros irrigados e cobra titulação dos lotes

1

IMG_0043Representante da área irrigada de Petrolina, o vereador Elias Jardim (PP) tem se demonstrado preocupado em relação ao K1, taxa cobrada aos produtores dos projetos Maria Tereza e Nilo Coelho pelo uso da água.

Segundo o vereador, a temática deve ser discutida com atenção, juntamente com a Superintendência da Codevasf, já que os produtores estão endividados pelo não pagamento do valor cobrado. Atualmente, o K1 equivale a R$ 160 por ano.

“Como representante da área irrigada apresentei um requerimento nesta Casa e foi aprovado por unanimidade, convocando a Superintendência da Codevasf e alguns deputados da nossa região para debater não só o K1, mas também a questão da titulação (dos lotes)”, declarou.

O valor da dívida do K1, segundo o vereador, foi contraída pelos produtores e seria negociada e posteriormente quitada em prestações. De acordo com Elias, deve haver isenção total do valor da dívida. “É um débito muito alto com a Codevasf e é preciso que isso seja revisto, porque essa cobrança foi criada há muito tempo – cerca de 25 anos atrás – e as taxas são muito abusivas. A proposta é de que haja isenção total, porque a taxa de inadimplência está muito grande e acaba prejudicando os produtores”.

Ele confirmou ainda que uma audiência pública foi aprovada pela Câmara de Vereadores, mas é preciso chegar a uma data.

1 COMENTÁRIO

  1. Pobre agricultores, o ex- ministro Fernando Bezerra andou enganando a todos com a promessa de extinção desta absurda taxa.Eleição está chegando meu povo e eles de novo aparecerão com novas promessas !

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome