Vereador eleito, Capitão Alencar ganha título de Cidadão Petrolinense e Medalha Dom Malan da Casa Plínio Amorim

2
Foto: Ascom CMP/divulgação

Eleito para a próxima legislatura da Casa Plínio Amorim com 1.539 votos, Josenaldo de Alencar Lima – o Capitão Alencar (Patriota) – já vai iniciar seus trabalhos parlamentares estimulado não apenas pelo crédito de confiança daqueles que acreditaram em suas propostas. Ele foi homenageado na noite da última sexta (11) com o título de Cidadão Petrolinense e a Medalha de Honra ao Mérito Dom Malan. A solenidade aconteceu no plenário da Câmara de Vereadores.

Natural de Parnamirim (PE), Sertão Central,  ele chegou a Petrolina ainda bebê, junto com os pais e os irmãos, para residir na Rua do Cardeiro, bairro Areia Branca, zona leste da cidade. Diante de seus familiares, da esposa e dos muitos amigos e futuros colegas da Casa Plínio Amorim, Capitão Alencar agradeceu a homenagem e reafirmou seu compromisso em servir a cidade que adotou como sua. “É um prazer a mais para que possamos continuar participando do desenvolvimento de Petrolina. Vamos trabalhar na promoção da geração de esporte e lazer e educação para a nossa população”, disse, emocionado.

A homenagem é fruto do projeto de Decreto Legislativo de autoria do vereador reeleito Ronaldo Silva (DEM). “Esta é uma forma de agradecer a dedicação do Capitão Alencar por nossa cidade. Militar durante seis anos da Ciosac da Polícia Militar de Pernambuco, agora desempenha com maestria a missão de proteção aos cidadãos da vizinha querida Juazeiro da Bahia. Também foi professor da Facape. Agora vai continuar servindo ao povo de Petrolina aqui nesta Casa, como vereador de nossa cidade“, disse o autor da homenagem.

2 COMENTÁRIOS

  1. Com todo o respeito, inacreditável. O camarada é da PM da Bahia. Não tem o tal serviço prestado à cidade. Um desrespeito aos verdadeiros batalhadores da cidade. Em síntese, uma vergonha, coisa comum no âmbito do Casebre Plínio Amorim. Tenho que reconhecer que o povo merece. Não sabe votar e elege uma pessoa que, ao contrário do que justifica a concessão do título, somente mora na cidade, sem história e sem razão de ser na concessão. Uma afronta aos profissionais que labutam na segurança da cidade, aos professores que educam o seu povo, aos profissionais da imprensa que mantêm a cidade informada e aos demais profissionais que nos honram com sua força de trabalho. Deve ser companheiro de bar do vereador Rinaldo Silva. Eis a verdadeira razão.

  2. Há muito que esses títulos são um deboche da cara do petrolinense, não vejo ninguém com serviço social realmente prestado recebendo estes títulos. Ou é rico ou é apaniguado de político.

    Os políticos petrolinenses zombam da cara do povo, e eu acho bem feito, para ver se largam de serem analfabetos funcionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

um × dois =