Trabalhadores rurais do Vale têm novo piso salarial

por Carlos Britto // 18 de fevereiro de 2009 às 07:00

Os assalariados rurais da hortifruticultura do Vale do São Francisco têm novo piso salarial, de R$ 476. Os vencimentos são retroativos a 01 de fevereiro, data base da categoria, e representam um acréscimo de 12% em cima do salário piso anterior da categoria (R$ 425). Após três semanas de negociações coletivas, trabalhadores rurais e patrões fecharam a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2009/2010 ontem (16) com conquistas importantes para a categoria. A maior parte das cláusulas sociais foi mantida conforme a CCT anterior, a exemplo da estabilidade de seis meses para gestantes, transporte gratuito e saúde e segurança no trabalho (NR31). Além disso, o trabalho aos domingos e feriados será negociado entre empregados e empregadores somente no período de agosto a novembro, estando proibido nos demais meses.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolina, Francisco Pascoal, o acordo foi positivo tendo em vista os problemas por qual atravessou o setor de fruticultura nos últimos meses. “No momento de crise conseguir um reajuste de 51 reais acima do salário base da categoria e manter todas as clausulas sociais é uma vitória, mostra a força e organização dos trabalhadores”, declarou.

Participaram desta Campanha Salarial, os assalariados rurais filiados aos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Petrolina, Santa Maria da Boa Vista, Belém do São Francisco, Lagoa Grande, Cabrobó (Pernambuco), Juazeiro, Casa Nova, Sento Sé, Sobradinho, Curaçá e Abaré (Bahia) e representantes da Contag, Fetape, Fetag-BA e da classe patronal.

A Convenção Coletiva de Trabalho 2009/2010 terá validade de um (01) ano e deve atingir cerca de 200 mil pessoas que trabalham com as diversas atividades do setor de hortifruticultura no Vale do São Francisco.

Fonte: Assessoria de Comunicação STR Petrolina<

Trabalhadores rurais do Vale têm novo piso salarial

  1. nicolas disse:

    PRONTO FECHARAM O ACORDO. TUDO BEM AGORA VC VAI VER DR. SIDRONIO COM CARRO NOVO, CHICOU COM LUCHANDO, DELMIRO SOBRINHO DE CHICOU ESNOBANDO DINHEIRO, É ASSIM ESTA NEGOCIAÇOES ENTRE O SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS E OS PATROES PRIMEIRO ELES NEGOCIAM OS DELES DEPOIS OS DOS TRABALHADORES.

  2. David nomero De Macedo disse:

    EU NÃO DUVIDO, NICOLAS, DO QUE ESSES PELEGOS SÃO CAPAS.

  3. marcos disse:

    deveria se instalar uma sindicancia para investigar o que esses supostos defensores dos trabalhadores estão fazendo com o dinheiro do sindicato que não é pouco.

  4. marcos disse:

    só não vê quem não quer ou é conivente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *