TJBA realiza em Juazeiro encontro para fortalecer enfrentamento à violência contra a mulher

por Carlos Britto // 15 de setembro de 2023 às 15:00

Foto: Pedro Angelo/PMJ

A Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) realizou ontem (14), em Juazeiro, um diálogo sobre diversas questões que envolvem violência contra a mulher, bem como o fortalecimento da rede para auxiliar e proteger as mulheres da violência doméstica e familiar. A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES) esteve presente.

Participaram do encontro, o titular da SEDES, Fernando Costa; a superintendente de Políticas Sociais, Janileide Pereira; a equipe da Diretoria de Mulheres e do Centro Integrado de Atendimento à Mulher (CIAM); além de outras instituições que integram a rede, a exemplo da Patrulha Maria da Penha da Guarda Civil Municipal (GCM), da Ronda Maria da Penha da Polícia Militar (PM), da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher da Polícia Civil, entre outros órgãos que integram a rede de enfrentamento.

Esta reunião foi muito importante, pois pudemos levantar as propostas para o fortalecimento da proteção à mulher aos mais diversos tipos de violência doméstica e familiar. A nossa equipe técnica da SEDES esteve presente justamente com a proposta de aperfeiçoar o atendimento a estes casos junto a toda a rede”, destacou Fernando Costa.

A reunião foi realizada no Fórum Conselheiro Luiz Viana e conduzida pela desembargadora presidente da coordenadoria do TJBA, Nágila Maria Sales Brito. “Sei da força que a rede de proteção da mulher tem aqui em Juazeiro, porque conheço há mais de 8 anos e quero Juazeiro cada vez mais protetora da mulher. Todos têm que se unir para proteger a mulher juazeirense. As ideias levantadas foram maravilhosas. Tenho orgulho dessa rede de proteção à mulher aqui”, disse a desembargadora.

Troca de experiências

De acordo com a superintendente de Políticas Sociais da SEDES, Janileide Pereira, “o encontro foi uma excelente troca de experiências entre os órgãos da rede de enfrentamento à violência contra a mulher, onde foi possível apresentar a atuação das equipes da SEDES, a exemplo do Grupo de Reabilitação em Relações Interpessoais (GRRI) para homens agressores de mulheres, que já impacta na redução do número de feminicídios e outros tipos de violência contra a mulher, resultado da atuação dessa Rede de Enfrentamento que integramos, sendo a prefeitura Municipal de Juazeiro muito parceira. Conseguimos de forma leve passar todas as nossas demandas”, pontuou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. A manutenção da estátua de Daniel Alves manterá também a contradição de seus atos. Hoje os monumentos também servem para…