TCE-PE multa prefeito de Santa Maria da Boa Vista por sonegação de documentos

por Carlos Britto // 01 de setembro de 2017 às 15:00

O prefeito de Santa Maria da Boa Vista (PE), no Sertão do São Francisco, Humberto Mendes, recebeu um Auto de Infração por sonegação de documentos, emitido pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). O relator do processo (nº 1780008-0) foi o conselheiro Valdecir Pascoal.

De acordo com o relatório de Auditoria, o prefeito deixou de enviar ao TCE-PE, em fevereiro deste ano, informações imprescindíveis para alimentação do Sagres (Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade).

Conforme o TCE-PE, ele alegou em sua defesa que não enviou as informações por meio eletrônico, como é de sua obrigação, devido à “desorganização administrativa” que teria herdado da gestão anterior, porém suas alegações não foram aceitas pelo relator.

Entendo não ser razoável essa justificativa, pois, na conjuntura atual, considerar que uma possível fragilidade da gestão e início de mandato demande mais de um mês para ser sanada, não me parece aceitável”, diz o voto do conselheiro, que aplicou uma multa ao prefeito no valor de R$ 7.717,00. Fica o espaço reservado a Humberto Mendes, caso queira se pronunciar.

TCE-PE multa prefeito de Santa Maria da Boa Vista por sonegação de documentos

  1. Gilberto. disse:

    Eu sempre considerei Humberto um cara não confiável. Por isso mesmo pedir votos contra ele.

  2. Marcos disse:

    Novidade!

  3. FLORÊNCIO BARROS GONZAGA disse:

    Qual ´o gestor atual, que não incorre nessas coisas? O julgamento foi feito não cabe a mim julgar também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *