TCE coloca Câmara de Vereadores de Arcoverde entre as 30 mais transparentes de Pernambuco

0
Foto: divulgação

A vereadora Célia Almeida Galindo, presidente da Câmara Municipal de Arcoverde (PE), Sertão do Moxotó, está rindo à toa com o levantamento apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que colocou a Casa James Pacheco entre as 30 mais transparentes de Pernambuco.

Segundo os dados do Índice de Transparência Municipal (ITMPE) 2018, a Câmara de Arcoverde saltou do estado crítico para o estado desejado, demonstrando um alto grau de transparência em todos os itens apurados pelo TCE – como dados de receitas, despesas, licitações, contratos, entre outros.

Célia Galindo credita esse resultado ao esforço de toda a Mesa Diretora e da equipe de servidores da Casa. Ela ressalta que teve que passar quase um ano (em 2017) para digitalizar os documentos oficiais e atualizar o site da Câmara, assim com o Portal da Transparência do Legislativo.

É gratificante saber que, após um árduo trabalho, algumas vezes não compreendido por alguns, conseguimos reduzir despesas, reformar, aliás, reestruturar a Câmara com um espaço até então abandonado (2° andar) com novos gabinetes e espaço para a população, dar celeridade às leis e comunicações oficiais e, principalmente, dar transparência a tudo isso para que todo cidadão ou cidadã de Arcoverde possa acompanhar como e onde está sendo aplicados os recursos“, analisou.

Desempenho

A Câmara de Arcoverde ficou ao lado de outras 55 casas legislativas que alcançaram o índice de ‘Desejado’, conforme os dados o ITMPE. Em todos os itens verificados, num total de 44, a Casa James Pacheco obteve 201 pontos de um total de 262.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome