Taxas de ocupação de UTIs mantêm-se estáveis em Pernambuco

por Carlos Britto // 09 de agosto de 2021 às 16:00

Foto: Hélia Scheppa/SEI-PE

Em Pernambuco, as taxas de ocupação das Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) destinadas aos pacientes com a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), em decorrência da Covid-19, mantêm-se estáveis. No sábado (7), a ocupação das UTIs na rede do SUS e na particular estava, respectivamente, em 42% e 47%. Esse número está caindo há cerca de duas semanas.

Na sexta-feira (6), as UTIs de rede do SUS e da particular estavam em 45% e 48%. No sábado as enfermarias destinadas aos pacientes com SRAG na rede pública a particular apresentaram, respectivamente, as seguintes taxas de ocupação: 37% e 30%. Durante muitas semanas, a ocupação das UTIs ultrapassou os 70%, situação considerada problemática pelos especialistas.

Com a atual tendência de desaceleração dos indicadores da Covid-19, registramos, na semana passada, o menor patamar de casos graves suspeitos desde 15 de março do ano passado, quando foi identificada a transmissão comunitária do novo coronavírus. Com isso, a rede pública de saúde tem, neste momento o menor patamar de pacientes internados em leitos de terapia intensiva deste ano”, explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Taxas de ocupação de UTIs mantêm-se estáveis em Pernambuco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *