Suspeita de ser falsa esteticista deixa ao menos 6 com lesões graves na pele em GO

por Carlos Britto // 07 de janeiro de 2009 às 13:12

Uma historiadora de Goiás, que diz ter feito cursos técnicos de estética, é suspeita de vender remédios e de fazer procedimentos restritos a médicos, provocando complicações em ao menos seis pessoas.Segundo a Polícia Civil, Divanete Alves, 35, fez tratamentos de pele em Goiânia que causaram infecção generalizada em uma cliente, além de sequelas e hematomas em outras pacientes. Ela diz que fez cursos técnicos de estética, mas não apresentou certificados que comprovassem a formação, segundo o delegado Edemundo Dias. Divanete nega as acusações e permanece em liberdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *