Socioeducandos em Pernambuco fazem prova do Encceja PPL 2019

0
Foto: Divulgação/Funase

Um total de 427 socioeducandos em Pernambuco realiza nesta terça (18) e quarta-feira (19) o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja PPL). A prova é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC).

O exame está sendo aplicado em unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em todo o Estado. Os resultados serão divulgados em breve pelo MEC.

O Encceja PPL permite que pessoas privadas de liberdade pleiteiem a certificação de que concluíram o Ensino Fundamental ou o Ensino Médio. Para o primeiro caso, é necessário ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame. Para o Ensino Médio, é preciso que o aluno tenha a partir de 18 anos. “Os socioeducandos ficam muito empolgados em realizar o exame. É uma oportunidade de construção de um novo projeto de vida“, avalia a coordenadora do Eixo Educação da Funase, Sônia Melo.

A prova está sendo aplicada em todos os dez Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) da Funase. O maior número de inscritos está no Case Cabo de Santo Agostinho (80), seguido pelo Case Abreu e Lima (69), Case/Cenip Garanhuns (51), Case Caruaru (41), Case Vitória de Santo Antão (20), Case Petrolina (18), Case Jaboatão dos Guararapes (16), Case/Cenip Arcoverde (12), Case Timbaúba (11) e Case Santa Luzia (8). Nas sete Casas de Semiliberdade (Casem), também há alunos em busca da certificação: Casa Amarela (21), Garanhuns (19), Rosarinho (17), Caruaru (17), Areias (12), Petrolina (10) e Santa Luzia (5). As informações são da assessoria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome