Sintraf e Associação dos Carrinheiros e Colaboradores Autônomos do Mercado do Produtor cobram políticas públicas para categoria diante do novo coronavírus

1
Foto: Divulgação

Diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e de casos confirmados na região, o Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Sintraf) de Juazeiro (BA) e a Associação dos Carrinheiros e Colaboradores Autônomos do Mercado do Produtor (ACCAMP) encaminharam ofício à Prefeitura de Juazeiro, nesta segunda-feira (23) cobrando políticas públicas voltadas à categoria dos carrinheiros e colaboradores do entreposto, como medida preventiva contra o vírus.

Entre as demandas apresentadas estão a disponibilização de um local com sabão, papel toalha, álcool em gel e máscaras para higiene dos colaboradores e a liberação de acesso aos banheiros públicos, bem como demandas sociais de amparo à categoria nesse momento delicado.

O presidente da ACCAMP, Paulo Sérgio, destacou que são mais de 450 associados que estão nessa situação, afirmando ainda que a decisão de fazer uma limpeza do Mercado do Produtor “foi acertada, mas não basta para os cuidados necessários, razão pela qual fizemos as solicitações”.

No documento, eles também questionaram a existência de política econômica e social para categoria e pedem que haja destinação de recursos para amparar os trabalhadores, no mesmo sentido das medidas indicadas pelo governo federal para aqueles que trabalham na informalidade. Segundo o presidente do Sintraf Edilson Teles, a categoria que vive na informalidade está em dificuldades financeiras. “São trabalhadores que são arrimo de família e agora não sabem como suprir a necessidade de seus familiares.” contou.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome