Sindsemp reúne-se com Simão sobre pauta da campanha salarial 2024

por Carlos Britto // 22 de março de 2024 às 18:28

Foto: Ascom Sindsemp/divulgação

Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (Sindsemp) reuniram-se ontem (21) com o prefeito Simão Durando. Na pauta, as reivindicações relativas à campanha salarial e melhorias das condições de trabalho dos funcionários públicos municipais.

Ao final da reunião, o gestor ressaltou a atuação do Sindsemp na defesa dos direitos dos trabalhadores e se mostrou disposto a resolver os impasses apontados pela entidade.

Sentamos com toda a representação do Sindicato, chamamos também os secretários municipais para que participassem desse encontro, para que possamos avançar em pautas cada vez mais crescentes em prol dos servidores municipais de Petrolina. Então, da minha parte, reafirmo meu compromisso com os servidores. Sabemos do trabalho que eles desenvolvem na cidade nos diversos setores da sociedade e vamos continuar caminhando, vencendo um dia de cada vez com as pautas estão sendo propostas pelo Sindicato”, frisou Simão.

O presidente do Sindsemp, Walter Lins, também avaliou o encontro. “Nós buscamos trazer e aprofundar as demandas da campanha salarial 2024 para toda a categoria de servidor público municipal de Petrolina. Também pontuamos algumas situações que são mais urgentes, como a solicitação dos servidores a respeito do Consiglog, a respeito da revisão do decreto que trata das consignações e outras situações que estão estabelecidas na pauta da campanha salarial, formalizada desde dezembro de 2023”, afirmou. Segundo ele, esse foi um momento “de êxito em relação ao diálogo, a retomada das negociações pela saúde e a questão de buscar viabilizar, ainda mais, a pauta da campanha salarial 2024”.

Além do prefeito, também estavam presentes alguns integrantes de sua equipe – Fernando Diniz, procurador do município; os secretários Frederico Machado (Infraestrutura e Mobilidade); João Luís (Saúde); Lucivane Lima (Gestão Administrativa e Fazenda) e Henrique Guerra, chefe de gabinete.

Sindsemp reúne-se com Simão sobre pauta da campanha salarial 2024

  1. Petrus disse:

    Se o prefeito faz de conta que NÃO sabe e o sindicato refém não está nem aí, lembro que a prefeitura NÃO paga 1/3 de férias aos contratados. O STJ, faz é tempo, decidiu que contratado tem direito a essa verba. Pontanto, a prefeitura, há anos, vem negando esse direito e se enriquecendo ilicitamente às custas do contratado. Eleições à vista! Hora do troco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Ciclo da extorsão isso sim, bebidas superfaturadas, espaços superfaturados, atrações superfaturadas, até o estacionamento custa os olhos da cara, numa…