Simepe acusa Prefeitura de Petrolina de descumprir acordo com médicos

por Carlos Britto // 30 de maio de 2009 às 08:00

saude11O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) pediu intervenção do Ministério Público para solucionar a crise na saúde instalada em Petrolina. A decisão foi tomada devido à falta de cumprimento do acordo feito com a categoria médica, em assembléia geral, no dia de 19 de maio passado.

 Durante a negociação entre o Simepe e a Prefeitura de Petrolina foram acordados os seguintes itens: recomposição imediata das escalas médicas nas diversas unidades de saúde, reajuste salarial para os médicos em todos os níveis de atenção, concurso público com a criação de PCCV nos moldes do Estado  e a unificação dos contratos temporários diretamente com a Prefeitura até a posse dos concursados.

O médico diarista receberia R$ 4 mil; o plantonista, R$ 6 mil; o plantão, R$ 700,00 (médio); o PSF, R$ 8 mil (agora) e R$ 12 mil (em setembro). Mas o prefeito Júlio Lóssio, segundo a categoria, voltou atrás no acordo.

Segundo o presidente do Simepe, Antonio Jordão, o prefeito tem se mostrado “insensível e incompetente” para resolver a crise da saúde no município, inclusive não dando prosseguimento ao acordo inicialmente firmado nos Ministérios Públicos Federal,  Estadual e do Trabalho de Petrolina. “É uma absurdo o que está acontecendo em Petrolina. O acordo é pra ser cumprido e respeitado”, disparou.

O espaço está aberto para que o prefeito Júlio Lóssio ou o secretário municipal de Saúde José Mendes possam dar sua versão. 

Simepe acusa Prefeitura de Petrolina de descumprir acordo com médicos

  1. Maria Silva disse:

    O que está acontecendo é que o Prefeito não esta’ se colocando no lugar dos médicosç, sabe muito bem dos problemas por ser médico também.
    O mesmo está totalmente perdido, como administrador é zero. Tem municípios pernambucanos bem menor que Petrolina e salários da área de saúde são bem acima do que se paga em Petrolina.
    O prefeito está brincando com o povo e ainda por cima chamou para ser
    secretários seus amigos que não são técnicos e aí está o maior erro.
    Aproveite que só é essa vez….

  2. epaminondas disse:

    julio e assim mesmo!?
    nao cumpre acordos!?,
    nao tem equipe ,
    nao tem projeto administrativo definido,
    nao tem respeito pela categoria medica,
    nao tem respeito pelas instituiçoes,
    e centralizador,
    triste “nova petrolina”
    parecida cada vez mais com 2a administraçao de guilherme

  3. Médico Petrolinense disse:

    É revoltante e triste ver como a saúde pública aqui em Petrolina é conduzida por esses gestores incompetentes e insensíveis. A população, com toda confiança depositada no médico e candidato , aquele conhecedor e mais capaz de resolver os problemas nunca solucionados na área da saúde aqui em nossa cidade, e o que vemos, é essa falta de compromisso e de interesse em resolver um problema crônico que vem se arrastando há muito tempo, maltratando todos que precisam do SUS. Como médico, acreditei no candidato que poderia melhorar a saúde dos petrolinenses, infelizmente, a primeira impressão é a pior possível, não se vê uma ação sequer que possamos aplaudir nessa gestão incompetente e desumana. Nós médicos, pais de família, salvadores de vidas, trabalhamos em péssimas condições, faltam medicamentos, faltam exames necessários para se chegar a um diagnóstico preciso, faltam medicamentos para um tratamento adequado, trabalhamos sobrecarregados com plantões estressantes, onde temos que escolher quem vai viver e quem vai morrer, por falta de leitos em UTI, isso tudo acaba trazendo consequências sérias, levando a nós médicos ocupar o lugar de pacientes, muitos médicos padecem das mais diversas doenças, é comum ver médicos deprimidos, usando antidepressivos e ansiolíticos para poder enfrentar a batalha que é trabalhar no SUS. Não é só de salário digno que precisamos, precisamos de um ambiente de trabalho com as mínimas condições de funcionamento, precisamos melhorar a atenção básica, para que aquele diabético ou hipertenso não venha para o Hospital de Urgências e Traumas com um quadro de AVC ou Infarto, que não venha com uma necrose no pé ou com insuficiência renal, onerando muito o serviço. Caro prefeito, os médicos de Petrolina não merecem o tratamento dispensado por vossa excelência, a população de Petrolina não merece ser maltratada por ações incompetentes e falta de sensibilidade da vossa gestão, peço encarecidamente que pense no assunto , como se vossa pessoa estivesse trabalhando no SUS, com todas as carências e dificuldades observadas. Médicos e pacientes agradecem.

  4. marcos disse:

    e por essa e outras que juazeiro esta dando de dez em petrolina!
    acordo e pra ser cumprido
    se nao tem condiçoes …nao prometa ,nao acorde
    ora essa tchurma de julio locio esta brincando com a saude dos pobres?!
    se for verdade essa materia ai de cima…julio nao respeita e nada!!!!
    e uma vergonha!>>>>como diria boris casoy
    volta logo fernandinho…

  5. hedio disse:

    eu tenho e vergonha destas coisa acontecendo em petrolina!
    quando os coelhos e seus amigos administravam o municipio,os acordos feitos eram cumpridos.
    minha gente,nois tamos falando e de saude….de doença….
    sera que esse julio locio nao sabe o que e isso?
    sera que elle queria ser tratado assim?
    a classe dos medicos deve estar envergonhada de te-lo colega…?
    eu estaria ,ainda mais depois da ajuda de campnha e das promessas pro povo…
    sei nao essa gente e doida?
    se nao for debvem tar no caminho perdido…
    dr osvaldo,, ensina essa turma a trabalhar…
    o senhor critica tanto fernandinho e gonzaga pela “inercia”
    e julio? o senhor num critica …num ajuda…e como se o senhor morasse em recife…

  6. ANZOL disse:

    E AGORA DR. QUAL VAI SER A 10CULPA? O SR. DISSE QUE A NOVA PETROLINA IRIA CUIDAR DO POVO. QUE POVO? O SEU? SAÚDE É PRIORIDADE. O POVO DE PETROLINA CLAMA POR SUA SENSIBILIDADE E PELO SEU JURAMENTO MÉDICO. COMO É QUE COM TANTO 10CASO NA SAÚDE E AINDA VAMOS RECEBER SÊLO RISONOVEMIL?

  7. petrolina não merece disse:

    Convoco todos moradores a fazer uma grande manifestação de repúdio a esse prefeito, pedindo a sua saída antes que tudo se acabe.

  8. Cecilia Alencarc disse:

    ESSE SECRETARIADO QUE VOCÊ ESCOLHEU NENHUM TEM COMPETÊNCIA. E AINDA POR CIMA ESSE SU VICE-PREFEITO
    TAMBÉM INCOMPETENTE. MUDE SEU SECRETÁRIO DE SAÚDE.

  9. Sofia disse:

    Infelizmente O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) tem força perante a justiça e é uma classe altamente bem articulada, só quem perde é a população que precisa dos seus serviços, em nenhum momento eles se preoculpa com a qualidade do atendimento, deveriam tomar vergonha e honrarem com o juramento que fizeram na formatura! È ridículo a posição da classe, espero sinseramente que a prefeitura não seda aos absurdos que eles tão exigindo! Não será acatando essas exigências que a saúde na nossa cidade vai melhorar, o que ta faltando, são equipamentos de ressonâcia, aparelos de rx novos, laboratórios, medicamentos, tomográfos, gases, soros, siringas, luvas, …. e não de aumento de salário!

  10. vania disse:

    Eita classe mercenária…

    Acham pouco o que ganham é??????????????????????????

    Pensam que é Deus e outros parece ter certeza.

    Parabéns ao prefeito pela coragem.

  11. Médico Petrolinense disse:

    NUNCA FOI NOVIDADE PARA NINGUÉM QUE ENFERMEIRO SOFRE DE PROFUNDA FRUSTRAÇÃO POR NÃO TER PASSADO NO VESTIBULAR DE MEDICINA, ISSO É NOTÓRIO E VERDADEIRO. PARA SER MÉDICO, PRIMEIRO PRECISA-SE DE VOCAÇÃO , SEGUNDO, TEM QUE SER INTELIGENTE, TERCEIRO, TEM QUE ABDICAR DOS AMIGOS, DA FAMÍLIA , DOS FINS DE SEMANA E FERIADOS. PARA SE TORNAR MÉDICO, O INVESTIMENTO É MUITO ALTO, LIVROS CARÍSSIMOS, CURSOS, CONGRESSOS. SÃO 6 ANOS, FORA MAIS UNS 2 A 5 ANOS DE RESIDÊNCIA, TOTALIZANDO QUASE 10 ANOS DE DEDICAÇÃO. QUERIA RELATAR SEM DESMERECER A PREZADA ENFERMEIRA FRUSTRADA, QUE A SAÚDE BÁSICA NÃO DEPENDE SÓ DE MÉDICO, DEPENDE TAMBÉM DO ENFERMEIRO, DO TÉCNICO DE ENFERMAGEM, DOS AGENTES DE SAÚDE, ASSIM COMO DE MEDICAMENTOS E EXAMES BÁSICOS PARA QUE SE POSSA CHEGAR A UM DIAGNÓSTICO CORRETO. OS MÉDICOS ESTÃO APENAS QUERENDO UMA REMUNERAÇÃO DIGNA DE SEU TRABALHO, NÃO ACHO MUITO UM MÉDICO GANHAR 12000 REAIS, ACHO SIM , UM JOGADOR DE FUTEBOL, UM PAGODEIRO, GANHAR MILHÕES E MILHÕES, SEM FALAR NA CLASSE POLÍTICA QUE FORA OS ALTÍSSIMOS SALÁRIOS AINDA USURPAM OS COFRES PÚBLICOS E CONSTROEM CASTELOS COM O NOSSO DINHEIRO, DINHEIRO ESSE QUE DEVERIA SER DIRECIONADO PARA UM POSTO DE SAÚDE, NA COMPRA DE MEDICAMENTOS E OUTROS. ACHO 12000 REAIS MUITO POUCO, QUANDO VEJO QUE SENADORES RECEBEM 3800 REAIS DE AUXÍLIO MORADIA , MESMO TENDO RESIDÊNCIA PRÓPRIA EM BRASÍLIA, ACHO 12000 REAIS MUITO POUCO, QUANDO VEJO QUE FAMILIARES, AMIGOS E ATÉ NAMORADAS DE SENADORES E DEPUTADOS VIAJAM PARA O EXTERIOR ÁS NOSSAS CUSTAS. POR ISSO MINHA AMIGUINHA ENFERMEIRA FRUSTRADA, PROCURE SE SENSIBILIZAR E PROCURE VALORIZAR SEU TRABALHO TAMBÉM , AO INVÉS DE FICAR MORRENDO DE INVEJA DE NÓS MÉDICOS. SE VOCÊ NÃO CONSEGUIU CHEGAR AONDE QUER, PROCURE SE ESFORÇAR, QUEM SABE VOCÊ NÃO CHEGA LÁ, OU ENTÃO PROCURE ALGO MAIS FÁCIL, QUE TAL SE INCREVER NO PRÓXIMO BIG BROTHER

  12. joaninha disse:

    Dr. Cadê o aumento salarial dos professores? E o concurso público.? e esses diretores vão se eternizar no poder. É uma vergonha, tem gestor ganhando 400 horas para não fazer nada. Peço também, faça seleção para coordenadores pedagógicos, pois com alguns que tem aí o ensino não evolui. Coloque esse povo pra trabalhar secretaria Célia. E essa tonelada de coordenadores do IQE, só ganhando dinheiro e numa boa. êta como tá bom para muita gente senhora secretária e o ensino, nada. Coitado do ensino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *