Simão Durando concede medalha Nilo Coelho ao senador Fernando Bezerra

por Carlos Britto // 12 de dezembro de 2022 às 09:00

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (12), o prefeito Simão Durando irá homenagear o senador Fernando Bezerra Coelho com a medalha que carrega o nome do seu tio e ex-governador de Pernambuco, Senador Nilo Coelho. A comenda, criada em 1999, é a mais alta honraria concedida pelo município e destinada àqueles com relevantes serviços prestados. A cerimônia de entrega ocorrerá, a partir das 19h, na Fundação Nilo Coelho.

De acordo com o prefeito Simão Durando esse é um reconhecimento justo à trajetória política de Fernando Bezerra, que, ao longo de 40 anos, trabalhou incansavelmente em todos os cargos públicos que ocupou, em defesa de Petrolina e do seu povo. Ainda segundo o gestor, a medalha vai inspirar as novas gerações de políticos sobre o compromisso com o futuro de Petrolina.

Nossa cidade tem em cada bairro, na zona rural, nos perímetros irrigados um pouco da história desse filho ilustre. O senador Fernando Bezerra Coelho tem obras, ações e realizações incontáveis em Petrolina ao longo dessas décadas. Não há como recompensar tudo o que o nosso senador fez por nossa cidade. Mas creio que essa medalha, a mais alta comenda de Petrolina, é uma forma de honrá-lo e agradecer por todos esses anos de trabalho. Temos que ser justos com quem fez pelo passado e pelo presente, para, assim, olharmos para o futuro”, ressaltou.

Perfil

Nascido em Petrolina, no sertão de Pernambuco, em 1957, Fernando Bezerra de Souza é formado em Administração pela Fundação Getúlio Vargas. Torcedor do Santa Cruz Futebol Clube, Fernando é casado com Adriana Coelho, tem quatro filhos, sendo eles: Fernando Filho, Pedro, Miguel e Antonio.

Fernando Bezerra Coelho tem trajetória política ligada à região, tendo sido prefeito de sua cidade natal por três mandatos, eleito em 1992, 2000 e 2004. Iniciou sua carreira política como deputado estadual por Pernambuco, em 1982. Em 1986, foi eleito deputado federal e reeleito em 1990.

Possui também larga experiência administrativa, tendo atuado entre 1985 e 1986 como secretário da Casa Civil de Pernambuco, durante o governo de Roberto Magalhães. Em 1998 como secretário de Agricultura no

o governo de Miguel Arraes e entre 2007 e 2010, os cargos de secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco e presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, no primeiro governo de Eduardo Campos.Em janeiro de 2011 foi nomeado ministro da Integração Nacional, responsável por obras de convivência com a seca e de infraestrutura hídrica, formulação e condução de uma política nacional de irrigação, e defesa civil, permanecendo no cargo até 2013. Em outubro de 2014 foi eleito senador por Pernambuco com uma votação histórica. FBC fez, nesta quarta (07), um discurso de despedida no Senado, encerrando simbolicamente sua larga carreira política. Fernando Bezerra, contudo, exercerá o cargo de senador da República até fevereiro de 2023.

Simão Durando concede medalha Nilo Coelho ao senador Fernando Bezerra

  1. José Florêncio Coelho Filho disse:

    O senador Fernando Bezerra merece todas as homenagens pelos serviços prestados a Petrolina e região. Basta vê a brilhante trajetória política. Os fatos traduzem isso.

  2. Defensor da liberdade disse:

    Essa medalha em si já é uma vergonha, colocando o nome de uma pessoa que nem eleita ao cargo de governador foi, e sim colocada no poder pelo golpe militar. Deveria ser entregue às pessoas fora do espectro político, da comunidade, que fizeram grandes feitos em prol da comunidade. Político recebe salário para trabalhar, então não faz nada além de sua obrigação.

  3. FORA, PTRALHAS disse:

    Um senador que respondeu por corrupção e que assinou uma PEC para permitir que brasileiros cidadãos sejam presos e agredidos caso manifestem qualquer insatisfação com políticos corruptos e contra juízes parciais, que botaram no poder um ladrão, fraudando as eleições, transferindo os votos de Bolsonaro para o 13, não merece respeito de nenhum cidadão de bem! A não ser dos bajuladores de plantão, que ganham alguma coisa em troca para puxarem o saco!
    Saudades dos Coelhos de antigamente, a exemplo de Oswaldo Coelho, que fez muito por nossa região!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.