Servidor é preso por assediar sexualmente menor de 12 anos em escola de Afogados da Ingazeira

por Carlos Britto // 04 de setembro de 2023 às 12:30

Um caso de assédio sexual contra uma menor de 12 anos foi registrado em uma escola municipal de Afogados da Ingazeira (PE), no Sertão do Pajeú. O fato aconteceu no dia 31 de agosto, mas só foi amplamente divulgado neste final de semana, com uma nota da Secretaria Municipal de Educação dizendo que colaborou ativamente com a polícia para a prisão do suspeito, de 55 anos, o qual trabalhava na limpeza da escola.

A denúncia chegou à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) por meio da mãe da vítima. A garota relatou que estava no horário de intervalo quando o homem lhe abordou, inicialmente, para entregar a quantia de R$ 20,00, afirmando que ela deveria “namorar alguém como ele, da idade dele, que seria capaz de dar dinheiro, presentes e fazer sexo”. No momento da saída da escola, novamente o mesmo homem se aproximou da adolescente, a chamou para um local escondido, passou a acariciá-la e tentou beijá-la à força. A vítima conseguiu empurrar o homem e correr, pedindo ajuda a outros alunos.

Em escuta especializada na DEAM, a adolescente relatou ainda que os assédios já vinham acontecendo há algum tempo. O homem, inclusive, já havia oferecido a ela um aparelho celular, fato confirmado por testemunhas e informantes. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública local.

Acompanhe a nota da Secretaria de Educação:

Sobre o caso de assédio ocorrido em uma de nossas escolas, informamos que:

  1. A escola colaborou decisivamente para o bom termo das investigações, dando acesso a todas as imagens de suas câmeras, o que levou à prisão do acusado;
  2. O servidor não fazia parte dos quadros de funcionários da escola, mas da secretaria, sendo responsável pela limpeza da área externa da unidade de ensino;
  3. Não havia antecedentes de comportamento dessa natureza por parte do servidor, que em decorrência dos fatos já foi sumariamente demitido.
  4. Repudiamos veementemente qualquer prática de assédio ou qualquer outra forma de violência contra nossos alunos, e envidaremos esforços para que tal ocorrência jamais se repita.

Secretaria Municipal de Educação de Afogados da Ingazeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. Um Petrolinense real, assim foi Fernando, pois uns chamado carinhosamente de besourinho. Eu me lembro muito bem do SAMBOSSA, Fernando,…