Sertão do São Francisco se despede da ‘Dama do Congo’

0

dona zefa do coelho/Foto: Ascom Odacy AmorimFoi enterrado na manhã desta terça-feira (18) o corpo da líder comunitária Josefa Pereira da Silva Coelho, de 96 anos. Mais conhecida como ‘Dona Zefa do Coelho’, ela era da Ilha do Pontal, área ribeirinha de Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco.

Querida por sua comunidade, Dona Zefa foi a grande responsável pelo resgate da tradicional Congada – uma dança da época dos escravos – na Ilha do Pontal, que acabou ganhando apoio do Ministério da Cultura como um dos micro-projetos do Território São Francisco. O esforço acabou lhe trazendo também o apelido de ‘Dama do Congo’.

Dona Zefa também lutou por melhorias para o Sítio Coelho, Zona Rural de Petrolina, onde criou seus filhos, netos e bisnetos. Só não teve tempo de ver concluída a capela do Sítio, onde seu corpo foi velado ontem (17) – e da qual tirou recursos do próprio bolso para construí-la -, nem água nas torneiras dos moradores.

Ela também desejava implantar no Sítio Coelho e comunidades vizinhas um projeto de irrigação. Uma das autoridades presentes ao velório, o deputado estadual Odacy Amorim, que recentemente participou de uma reunião no local promovida por Dona Zefa, comprometeu-se em correr atrás dessas demandas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome