Serra Talhada: Vereador afirma que colega é ‘conivente com safadeza’

0
(Foto: Reprodução/Farol de Notícias)

Em Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, o clima entre os vereadores da mesma base, Rosimério de Cuca e André Maio, esquentou de vez. Na última sexta-feira (4), Cuca pediu espaço no programa Frequência Democrática, na Rádio Vila Bela FM, para rebater críticas disparadas por André Maio no mesmo programa. Este havia comparado Cuca a um “papagaio de pirata“, “pegador de carona” e que age como alguém “perdido feito cego em tiroteio’. Em tom de indignação, Cuca cobrou respeito ao colega de casa legislativa e chamou André de “bode expiatório conivente com safadezas”.

Toda a celeuma gira em torno de um problema: o atraso de cerca de 10 meses no repasse do Governo Paulo Câmara à Copal (Cooperativa de Leite de Luanda), que fica na zona rural de Serra Talhada. Durante todo esse tempo, várias famílias de pequenos produtores estão sem ver a cor do dinheiro. A situação é tão preocupante que obrigou cooperados a procurarem a imprensa e denunciar o caso. Mas André Maio não gostou muito da exposição do problema. Além de ter votos na região, ele tem participação na Copal.

Na visão de de Cuca, Maio agiu assim porque é rico e não precisa do dinheiro como os outros. “Ele pode passar até 30 meses sem receber, ele vende leite também, é rico. Agora, aqueles agricultores pobres precisam desse dinheiro. Eram 10 meses [de atraso] e pagaram um [mês]. Eu estou apenas me solidarizando com a situação desses agricultores”, disse o vereador, devolvendo o mesmo tom ao colega:

Eu não queria entrar nessa celeuma, mas estou sendo obrigado. Ele [André Maio] vir na rádio dizer isso comigo? Eu quero dizer o seguinte ao vereador André Maio: primeiro, eu não disse que a cooperativa tem 50 cooperados. Eu não sei quantos cooperados tem. Segundo, se ele é um dos cooperados, ele está sendo um bode expiratório ou então está sendo conivente com a safadeza que está existindo”, disse.

Cuca tentou ensinar Maio a se comportar. “Eu quero dizer a você [André Maio]: me respeite para ser respeitado, entendeu? Porque isso não é papel de um parlamentar ir para a rádio dizer isso com um colega, principalmente da mesma base. Agora, você não está passando de um bode expiratório conivente com as safadezas que estão acontecendo, principalmente por parte do Governo do Estado, a Secretaria [Estadual] de Agricultura com os agricultores de sua região. Seja um bom representante de sua região”, disparou Rosimério.

Ataque

É preciso cobrar [a resolução desse atraso] com sensatez. Não querer fazer disso política. Porque o vereador Rosimério de Cuca está perdido mais do que cego em tiroteio, aí fica pegando carona de alguém, sendo usado por alguém e está falando o que não sabe. Ele não sabe nem a quantidade de produtores tem na Copal. Infelizmente eu lamento a postura desse vereador. Ele mostra que não tem entendimento e ele é um papagaio de pirata”, afirmou André. (Fonte: Farol de Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome