Serra Talhada: Após incêndio causado por motim, Governo de Pernambuco recupera cadeia pública

0
Foto: Seres/Ilustração

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), vinculada à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, concluiu a recuperação física da Cadeia Pública de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, após quase um mês e meio em obra. A unidade foi desativada em maio de 2018, por conta de um incêndio provocado por detentos durante o motim em que deixou destruída boa parte da unidade prisional.

Nos próximos 15 dias a cadeia será reocupada por cerca de 60 detentos, os mesmos que estavam antes da ocorrência, com exceção dos que foram sentenciados ou receberam alvarás de soltura. “Essa reocupação aliviará os presídios de Salgueiro, Arcoverde e Pesqueira que estavam recolhendo os presos pertencentes à cadeia durante esse período de reforma”, explica o secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues.

De acordo com a Seres, a reforma foi realizada por nove detentos, ambos com autorização do juiz de execução penal, que recuperaram as instalações elétricas, hidráulicas – além de realizarem serviços de alvenaria e pintura. A reforma custou R$ 12 mil – recursos do órgão estadual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome