Será que somos mesmo humanos?

6

menino-siria

Depois do pequeno Aylan, de três anos, que morreu afogado quando sua família fugia de barco para a Grécia, tentando escapar da barbárie provocada pela guerra civil do seu país, a Síria, mais uma imagem chocou o mundo nesta semana.

A foto acima é do menino Omran Daqneesh, de 5 anos. Ferido e assustado, ele aguarda atendimento em uma ambulância, sujo de sangue e de poeira, após ser resgatado entre os escombros de um edifício alvo de um bombardeio aéreo em Aleppo, no norte da Síria. O irmão dele, de 10 anos, acabou não resistindo aos vários ferimentos e morreu neste sábado (20).

A cena causou comoção nas redes sociais. E não seria diferente. O olhar incrédulo dessa criança dispensa palavras e deixa uma pergunta, que talvez ninguém consiga responder: Será que somos mesmo humanos? (Foto: Reuters)

6 COMENTÁRIOS

  1. Não são só as bombas que matam pessoas inocentes. Mais cruel e perversa é a corrupção, que mata as poucos gerações inteiras de pessoas através da fome, da falta de saúde, da falta de oportunidades. No mesmo barco estão as drogas, lícitas ou ilícitas, que suicidam o ser humano.

    • MARIA DO SOCORRO PARABÉNS PELO COMENTÁRIO INTELIGENTE CULTO E PRINCIPALMENTE VERDADEIRO PENA QUE O POVO ESTÁ COM A OPORTUNIDADE NAS MÃOS DE SE LIVRAR DE ALGUNS CORRUPTOS E NÃO O FAZ PELO CONTRÁRIO APLAUDE . QUE DEUS LHE PROTEJA .

      • Sr. Gilvan, porque só alguns corruptos? O grande problema é a seletividade. Não existe corrupção mais ou menos, bonito ou feio, corrupção boa ou má. Só existe uma só e essa é perversa, maligna, mata toda a dignidade humana.
        O grande problema do ser humano é o estado egoico, que gera a intolerância, o desamor até de si mesmo. Não adianta palavras lindas como a da sra. Maria do Socorro a legitima, se o coração, a alma é intolerante, odienta, como a própria já demonstrou em comentários anteriores.

  2. É de partir o coração de qualquer ser humano.
    Atribuir a expressão “ser humano” às pessoas responsáveis por tamanha estupidez, não deve passar de mera força de expressão. Porque, na verdade, não são nada de humanos, nem tampouco animais. São seres do mal ainda por ser identificados e classificados. Talvez ainda nem exista palavra para classificá-los.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome