Sento-Sé: Projeto do Executivo Municipal prevê extinção de cargos e gera controvérsia

1

Em Sento-Sé, no norte da Bahia, uma controvérsia preocupa os servidores municipais. O motivo é um projeto de lei, de autoria do Executivo, o qual prevê a extinção de oito cargos do quadro efetivo: auxiliar de serviços gerais; vigia; auxiliar de administração; auxiliar de serviços administrativos; agente administrativo; condutor de viatura leve; condutor de viatura pesada; e operador de máquinas.

Uma fonte do Blog afirmou não haver explicação prévia se a medida atinge somente os futuros concursos, ou se encaixa no regimento dos atuais também.

Entende-se que a exclusão desses cargos torna a possibilidade de abertura de vagas para cargos em regime temporário, que caberá a quem estiver no domínio público municipal empregar quem quiser. Para poder entender e contestar é preciso analisar a lei municipal 239/11, que fala da criação desses cargos. Somente assim podemos analisar se esse ato é legal ou não”, diz a fonte.

Em sua justificativa, a atual prefeita Ana Passos justifica o projeto “com o objetivo de melhorar a organização funcional dos servidores do município e, ao mesmo tempo, permitir que a administração possa adotar soluções diversas da administração direta de pessoal, sempre com o intuito de melhorar a prestação dos serviços públicos de competência do município, ao mesmo tempo racionalizando os custos de funcionamento da estrutura administrativa”.

1 COMENTÁRIO

  1. É uma vergonha o executivo apresentar uma proposta como essa. Pessoas egocêntricas que só pensam nelas e esquecem que ocupam um cargo de “servir ao povo”. Sim! Vocês deveriam servir o povo e não ir contra. Falavam mal do antigo gestor, cada vez mais, deixam claro que são farinhas do mesmo saco. Hipócritas. A causa de vocês é o poder!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome