Sento Sé: Cadastramento do Garantia-Safra amplia número de agricultores

por Carlos Britto // 21 de setembro de 2021 às 19:12

Foto: Ascom PMSS/divulgação

Foi encerrado nesta terça-feira (21) em Sento Sé, no norte da Bahia, o prazo para o cadastramento no Programa Garantia Safra para o biênio 2021/2022. A prefeitura municipal – por meio da Secretaria de Agricultura, Indústria, Comércio e Pesca – conseguiu ampliar o número de cadastros realizados de 1.620 para pouco mais de 3 mil agricultores familiares.

Para alcançar essa ampliação expressiva, a gestão municipal realizou várias ações, a exemplo de levar o atendimento da pasta para comunidades na zona rural, e assim facilitar o acesso dos agricultores familiares ao serviço.  De acordo com o secretário Sandro Jatobá, após encerrado o cadastramento, o próximo passo é aguardar a finalização de todo o processo e a publicação do resultado dos que estão aptos ou não a receber o benefício.

Devido à pandemia, o programa usou como base o cadastro do biênio anterior, 2020/2021. O relatório que recebemos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aponta que pouco mais de 1.600 agricultores de Sento Sé já estavam cadastrados, e no período de cadastramento ampliamos esse número para mais de 3 mil. Hoje, por volta de meio-dia, em contato com a Bahiater, fomos informados que já chegamos a 3.200 cadastrados, e o sistema ainda não concluiu todo o processamento. Um ótimo resultado, fruto da articulação da gestão municipal para facilitar o acesso à população“, explicou o secretário, destacando que a previsão para recebimento do benefício é “entre setembro e dezembro do próximo ano”, destacou Sandro Jatobá.

O Garantia-Safra é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) inicialmente voltada para os agricultores familiares que vivem no Nordeste do Brasil. Tem como beneficiários aqueles que possuem renda familiar mensal de, no máximo, 1,5 salário mínimo e que plantam entre 0,6 e 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão entre outras culturas. Podem aderir ao programa os municípios que tiverem a perda de, pelo menos, 50% do conjunto dessas produções ou de outras a serem definidas pelo órgão gestor do Fundo Garantia-Safra, em razão de estiagem ou excesso hídrico. Atualmente prevê o repasse de R$ 850,00, que tem sido disponibilizado em parcela única devido à pandemia da Covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *