Senhor do Bonfim: Prática de ‘guerra’ de espadas deverá ser coibida com prisão

5
Guerra de Espadas. (Foto: Reprodução)

Senhor do Bonfim, no norte da Bahia, será um dos municípios onde o Ministério Público (MP) do Estado vai intensificar o combate à realização da ‘guerra’ de espadas – como é conhecida a queima de artefatos com grande quantidade de pólvora – durante os festejos juninos. O objetivo é inibir a prática criminosa, que anualmente acidenta e causa danos à integridade física de diversas pessoas e ao patrimônio público e privado nos locais onde é realizada.

O órgão encaminhou à prefeitura municipal uma recomendação para que a ‘guerra’ de espadas não seja promovida no município. Segundo o MP-BA, o emprego de artefatos explosivos confeccionados sem autorização legal é crime – previsto no art.16, incisos III e V, da Lei Federal nº 10.826/2003 – com pena de reclusão de três a seis anos e multa.

A atuação do MP atende a diversos abaixo-assinados apresentados na Promotoria de Justiça local, informando os inúmeros danos causados e outros crimes relacionados à prática em áreas comerciais e residenciais. Na recomendação, assinada pelos promotores de Justiça Jair Antônio de Lima, Daniele Cochrane Cordeiro, Rui Gomes Sanches Júnior e Ítala Suzana Luz, a gestão de Senhor do Bonfim foi orientada a não promover ou apoiar a realização de qualquer evento desse tipo ou soltura de espadas no município. Aqueles que forem flagrados na prática ilegal serão presos em flagrante. (foto/reprodução)

5 COMENTÁRIOS

  1. Daqui uns dias irão proibir as fogueiras e os demais fogos de artificio. Vão matar aos poucos o que ainda resta de cultura neste país. Eita país para ter leis ridículas. Deve ser por isso que é o país com o maior número de cursos de direito existentes no mundo, tem que dar emprego para esta gente toda.

  2. Retrocesso total. A guerra de espadas faz parte da cultura bonfinense. Participei anos e anos assim como vários amigos. É momento de descontração, encontrar com amigos. Não é uma arena de guerra. Mutilação fizeram ao proibir uma prática sadia herdada pelos nossos familiares. Falta mais o que? Exigir que ao soltar traques de salão as criancinhas usem luvas de couro e protetores auriculares? Cada um é responsável por seus atos. Vai quem quer. Proíbam-se os paredões de som, as drogas, as musicas altamente apelativas… só um desabafo de um bonfinense que estará presente em mais um São João.

  3. Sou Bonfinense e me criei assistindo e admirando a Guerra de espadas! É uma manifestação cultural, onde vai quem quer! O dia 23/06 é esperado por todos nós com muita alegria. Aprendemos a nos proteger e as nossas residências! O que realmente é muito perigoso é bomba!! E isso ninguém tá proibindo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome