Senador FBC faz defesa intransigente pelo fortalecimento do Banco do Nordeste

7
Foto: divulgação

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) fez ontem (4), no plenário, um contundente discurso em defesa do fortalecimento do Banco do Nordeste (BNB). Num contraponto ao senador Espiridião Amin (PP-SC), que criticou o que chamou de “monopólio” do BNB na distribuição dos recursos do Fundo Constitucional do Nordeste, o pernambucano rebateu. “A expressão ‘monopólio’ não é justa”.

Segundo Fernando Bezerra, o BNB é o principal instrumento de desenvolvimento da região mais pobre do país: o semiárido. “De todos os bancos de desenvolvimento, o Banco do Nordeste é o que tem a melhor performance. De todos os bancos públicos, no ano passado, o Banco do Nordeste foi o que melhor performou do ponto de vista da aplicação de recursos, do retorno e da rentabilidade. O banco, que é reconhecido internacionalmente como o banco do Crediamigo, do crédito popular e do microcrédito. E o banco, para subsistir num ambiente econômico adverso, precisa sim da exclusividade dos recursos do Fundo Constitucional do Nordeste”, afirmou.

O senador pernambucano criticou iniciativas que tentam diminuir a capacidade de ação do BNB e ressaltou que, ao contrário de outros bancos de desenvolvimento, o BNB aplica 100% dos recursos do Fundo Constitucional. “O Banco do Nordeste tem, inclusive, dificuldade de atender a demanda de crédito. E a metade dos créditos concedidos está voltada para o semiárido nordestino. É lá na região econômica mais adversa que ele atua. Então, quando se tentou abrir a concessão de recursos do Fundo Constitucional para dar até 20% para as cooperativas, lá no Nordeste isso não cabe. Nós não temos tradição de cooperativa agrícola”, explicou FBC.

Essa é uma matéria cara para quem é do Nordeste, para quem é do semiárido. Sou de Pernambuco, sou do semiárido, sou da região mais pobre do país e defendo intransigentemente o fortalecimento do Banco do Nordeste”, concluiu o senador.

7 COMENTÁRIOS

  1. Banco do Nordeste é o símbolo da picaretagem isso sim, não me espanta em nada esse senador vir defender essa máfia, deve ter bons contatos por lá.

    O tal banco oferece crédito fartamente subsidiado, praticamente a fundo perdido, concorrência desleal para com o resto das instituições financeiras, fora esquemas de corrupção e favorecimento de empresas sendo investigados pela Polícia Federal. É só pesquisar no Google e se divertir com os escândalos de corrupção envolvendo esse banco.

    Se tem um coisa que define o banco do Nordeste é quintal de manobra de político e empresário que quer mamar no governo. Um ambiente perfeito para políticos como Fernando Bezerra Coelho, que recebe maciço apoio da classe ruralista de Petrolina. Junte isso com a Codevasf, e voilá, um perfeito esquema de manutenção de poder.

  2. Esses defensor da liberdade só pode ser um ex-mamador das tetas da Prefeitura…
    Sua era já passou se confirme que doi menos…
    Petrolina precisa de Gente como FBC que sangue nas veias pra brigar por coisas boas pra nossa Petrolina…
    Petrolina funciona bem com a Família Coelho no Governo.

  3. Esse defensor da liberdade não conhece o Banco do Nordeste. Falar que é uma concorrência desleal com os demais Bancos que lucram BILHOES parece piada. Achei que ele tava falando ironicamente.

    Segundo, o Banco do Nordeste é o órgão que realmente leva desenvolvimento para a região. São milhares de produtores rurais e micro e pequenas empresas que não teriam acesso ou pagariam muito caro em outras instituições.

    Se esses recursos forem repassados pra outros Bancos, irá aumentar ainda Mais a venda casada. Eles irão explorar os pequenos exigindo que eles comprem títulos de capitalização e outros produtos. Pensem nisso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome