Senador Armando Monteiro Neto reforça campanha de aliados no Sertão

3

armando-em-petrolina-com-adalberto

A uma semana das eleições municipais, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) retornou ao Sertão pernambucano para reforçar o palanque dos aliados. Neste sábado (24), o petebista visitou seis municípios das regiões do São Francisco e do Araripe, sendo em todos cortejado e ressaltando a grande multidão presente, sobretudo em Araripina e Petrolina. Na semana passada, Armando já havia passado por outros 13 municípios no Sertão Central, do Pajeú, do Moxotó, de Itaparica e do São Francisco.

Armando iniciou o segundo périplo pelo Sertão em Petrolina, onde participou de caminhada e comício com o deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB), que disputa o Executivo municipal. Em seguida, visitou cinco municípios do Araripe. Em Trindade, se reuniu com lideranças políticas que apoiam a candidatura majoritária de Helbinha de Rodrigues (PSL). Em Bodocó, Armando esteve com o candidato Túlio Alves (DEM).

Outros grandes atos de rua aconteceram em Exu, na caminhada em apoio ao ex-prefeito Jailson Bento (PTB); em Ipubi, no comício de Valdemar Filho (PMDB); e em Araripina, no comício do ex-deputado Raimundo Pimentel (PSL).

“Acho que os atos foram carregados de grande simbolismo. A gente sente essa vibração das pessoas, o engajamento, a militância aguerrida nas ruas, e isso tudo agora tem que ser triplicado nessa última semana. Quero ampliar a parceria com esses companheiros, a partir do dia 1º de janeiro de 2017, lá no Senado, para trabalharmos juntos, fazendo projetos e trazermos os recursos federais que esses municípios tanto precisam. Mas para isso é preciso fazermos escolhas acertadas agora, no dia 2 de outubro”, afirmou o senador. (Foto: Assessoria parlamentar/divulgação)

3 COMENTÁRIOS

  1. Armando aproveita a eleição municipal para dar visibilidade ao seu nome em 2018.
    Porém prometemos não esquecer que ele esteve e está ao lado dos que levaram o país a este caos.
    Ministro de Dilma até a última hora.
    Senador não esqueceremos.
    Lembro ainda que ele está muito bem acompanhado aqui em Petrolina. Adalberto Cavalcanti.

    • Contra Armando não lhe pesam nenhuma denúncia de envolvimento em escândalo de corrupção. Só por que foi ministro de Dilma não quer dizer que seja corrupto ou incompetente, muito pelo contrário, fez boas ações à frente do MDIC, é só pesquisar nos jornais. É o melhor quadro a se pensar em 2018. Aliás, era em 2014 mas o povo preferiu o boneco de Eduardo que o máximo que está fazendo é limpar as cagadas que ele mesmo e Eduardo fizeram!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome