Seminário Internacional debate efeitos das mudanças do clima sobre a vitivinicultura regional e mundial

por Carlos Britto // 25 de março de 2009 às 12:00

As consequências do aumento da temperatura nas regiões vinícolas de todo o planeta preocupam os cientistas. O clima é, dentre os fatores ambientais, o que mais influencia na qualidade e características das uvas e dos vinhos. Se ele se torna mais quente, como está previsto em diversos estudos meteorológicos, são esperados impactos no potencial enológico e no manejo dos parreirais nas áreas de cultivo.

A Embrapa Semi-Árido e a Embrapa Uva e Vinho vão promover, no próximo dia 30 de março (segunda-feira), um seminário internacional para debater a “Climatologia e os reflexos sobre a vitivinicultura mundial”, no auditório do Senai, em Petrolina – PE. Aberto à participação de produtores, empresários, técnicos e estudantes, o evento vai reunir especialistas brasileiros e a pesquisadora francesa Jocelyne Pérard, da Universidade de Dijon, Bourgogne-França.

O seminário vai reunir a experiência e o conhecimento de instituições e de especialistas para debater os fatores que consideram favoráveis ao planejamento das pesquisas e à geração de tecnologias para produzir uvas e vinhos de qualidade no Brasil e no mundo, diante das alterações ambientais, que podem provocar mudanças nos sistemas de produção dos parreirais e nas técnicas enológicas para a elaboração dos vinhos.

As inscrições para o seminário internacional estão abertas, são gratuitas, mas limitadas. Elas podem ser feitas pelo telefone 87 3862 1711, na Área de Comunicação e Negócios da Embrapa Semi-Árido ou 87 3861 4442, no Escritório de Apoio localizado no Centro de Convenções de Petrolina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *