Seminário em Juazeiro define procedimentos para realização de eventos festivos

0
Foto: Ascom PMJ/divulgação

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (Seculte) de Juazeiro (BA) foi palco na última quinta (9) do 1º Seminário Integrado de Ordenamento para Eventos. O encontro aconteceu em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb) e teve como objetivo propor uma uniformização de normas, prazos e procedimentos para realização de festas públicas, privadas e/ou Parcerias Público-Privadas (PPPs) no município. Autoridades civis e militares, secretários e servidores municipais e a comunidade em geral participaram do seminário.

O titular da Seculte, Sérgio Fernandes, abriu os trabalhos reforçando o propósito da iniciativa, resultado de reuniões anteriores entre a prefeitura e órgãos de segurança, que buscam oferecer à sociedade a confiança indispensável para compartilhar os variados eventos culturais, esportivos, musicais e de lazer na cidade e no interior.

O debate se estendeu ao longo de pouco mais de três horas. Na primeira parte, Jackson Reis, pela Seculte, e Valdeilda Souza, pela Semaurb, apresentaram as regras, prazos e procedimentos que devem ser seguidos no tocante à liberação de eventos privados e do calendário oficial da cidade, sejam de pequeno, médio ou grande porte, e que passam a valer em 2020. Na parte final, produtores musicais, empresários, artistas e representantes de entidades afins tiveram a oportunidade de tirar dúvidas sobre os novos procedimentos e apresentaram sugestões baseadas em experiências próprias e cases de sucesso de outras cidades brasileiras.

Representando a categoria, Maraiza Carvalho, presidente do Sindicato Patronal dos Donos de Hotéis, Bares e Restaurantes de Juazeiro, assegurou ver “com bons olhos” a iniciativa da prefeitura. “O seminário é uma oportunidade para estreitar laços e fortalecer essas parcerias“, avaliou.

Ela defendeu “uma aproximação maior entre poder público e empresários, para que essa divisão não seja impedimento para a conquista de um bem maior”. Finalizando, Maraiza lembrou que empresários da cidade, representantes de entidades e representantes do governo municipal têm um objetivo comum: “que a cidade de Juazeiro progrida cada vez mais“.

Organização

Para o promotor público Alexandre Lamas, representante do Conselho Integrado de Segurança Pública/Ministério Público da Bahia (MPBA), a realização do seminário produziu como fruto “um novo regramento dentro da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes e da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano com relação à autorização de eventos, que vai dar mais tempo para que os órgãos de segurança possam se organizar, para que nós tenhamos os nossos eventos cada vez mais seguros para toda a população“.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome