Petrolina não garante doses extras da vacina contra a gripe e continua imunizando apenas grupos prioritários

0
(Foto: Reprodução)

Petrolina vacinou 92,21% do público-alvo na Campanha Nacional de vacinação contra a Influenza, mas as doses restantes, enviadas pelo Ministério da Saúde especificamente para a campanha de imunização que encerrou na última sexta-feira (31), não estão disponíveis para a população geral, como ocorre em muitas cidades. A informação é da coordenadora de imunização da Prefeitura de Petrolina, Mariana Araújo.

Ela explicou durante entrevista ao Programa Carlos Britto, na Rural FM (103,1), que o Município não recebeu novas doses e a remessa que sobrou será para continuar vacinando os grupos prioritários e crianças que necessitam da segunda dose. “Quem não é grupo prioritário, infelizmente, não participa, porque as doses que recebemos do Ministério da Saúde foram doses 100% para os grupos prioritários. Então, não recebemos doses extras para a vacinação da população em geral”, reforça Mariana.

Mariana Araújo, coordenadora de imunização de Petrolina. (Foto: Blog do Carlos Britto)

Fazem parte do público-alvo da Campanha Nacional de Vacinação: gestantes, puérperas, crianças entre 6 meses a menores de 6 anos, idosos, indígenas, professores, trabalhadores de saúde, pessoas com comorbidades, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

Cada grupo prioritário tem uma porcentagem, todos acima de 90%, que é a meta do Ministério da Saúde. Mariana disse que foram feitos cálculos, mas o estoque que Petrolina dispõe não é suficiente, já que o governo federal não enviará novas doses. Ela ainda explicou que o Ministério da Saúde recomendou não abrir a vacinação para o público em geral se o estoque estiver baixo, como é o caso de Petrolina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome